sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Refugiados são outro lado da globalização, diz Angela Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, considerou hoje que o afluxo de requerentes de asilo na Alemanha é outra manifestação da globalização, da qual o seu país beneficiou largamente quando se tratou de conquistar novos mercados de exportação.

Reuters

Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

"A vossa experiência da globalização até agora era: a nossa economia vai para outros países, instala fábricas, vende produtos e o balanço é positivo para o emprego na Alemanha e para as nossas empresas", declarou Merkel no congresso do sindicato IG Metall em Frankfurt (oeste).

A primeira economia europeia, durante muito tempo campeã do mundo do comércio externo, exporta mais de 100 mil milhões de euros mensalmente e durante décadas foi isso que impulsionou o seu crescimento.

"Agora assistimos a um movimento inverso: é a globalização que vem até nós", adiantou a chanceler, que abriu a porta a centenas de milhares de refugiados que chegam à Europa.

"O que pensaríamos estar longe", por exemplo a guerra que devasta a Síria ou o caos em que a Líbia mergulhou, "torna-se concreto para nós sob a forma de refugiados, devemos aprender a gerir isso", defendeu.

Merkel insistiu que a Alemanha deve "aceitar um certo grau de imigração legal". Ainda que a chegada em massa de migrantes coloque a Europa e a Alemanha perante "grandes desafios".

"Para mim, é óbvio dizer 'vamos conseguir'", disse ainda.

A Alemanha calcula receber este ano pelo menos 800.000 requerentes de asilo.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.