sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Líderes dos Balcãs e Comissão Europeia reúnem-se hoje em Bruxelas

A Comissão Europeia e líderes de 10 países reúnem-se hoje em Bruxelas para tentar definir medidas operacionais de resposta à crise dos refugiados na região dos Balcãs.

© Ognen Teofilovski / Reuters

A minicimeira, convocada pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, contará com a presença de dirigentes da Áustria, Bulgária, Croácia, Alemanha, Grécia, Hungria, Roménia, Eslovénia e ainda da Antiga República Jugoslava da Macedónia e da Sérvia, dois países que não são membros da União Europeia.

Estarão igualmente presentes o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, a presidência luxemburguesa da União Europeia, o Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres, a Agência europeia de vigilância das fronteiras (Frontex) e a Agência europeia para o asilo (EASO).

Juncker convocou a reunião considerando que "as semanas passadas demonstraram que o desafio não pode ser resolvido através de ações nacionais".

O executivo europeu pretende ver acordadas medidas operacionais, que sejam imediatamente executadas, face à situação de emergência vivida, em especial, no sudeste dos Balcãs.

Na terça-feira a União Europeia (UE) apelou para ajuda à Eslovénia, que após a instalação de barreiras anti-imigrantes pela Hungria se tornou, com a Sérvia e a Croácia, um dos principais países de trânsito dos migrantes que tentam alcançar o norte da Europa.

A UE, confrontada com a pior crise migratória desde o final da Segunda Guerra mundial, permanece dividida sobre a forma de responder ao fluxo de refugiados.

Lusa

  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15