sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Treze crianças entre os mortos nos naufrágios ao largo de ilhas gregas

Os dois naufrágios que ocorreram hoje junto à costa das ilhas gregas de Kalymnos e Rhodes, no mar Egeu, provocaram pelo menos 22 mortes, entre as quais de 13 crianças, tendo sido salvas 144 pessoas, revelaram as autoridades.

© Giorgos Moutafis / Reuters


Esta madrugada, um barco de madeira, em que viajavam mais de 100 pessoas, afundou-se ao largo das ilhas de Kalymnos e Kalolimnos, enquanto outra embarcação se encontrava à deriva no norte de Rhodes.

As operações de salvamento, em que foram resgatadas pelo menos 144 pessoas, têm vindo a ser dificultadas pelos fortes ventos no Mediterrâneo.

Em Kalymnos, as autoridades recuperaram os corpos de 19 migrantes, entre os quais seis mulheres, oito crianças e dois bebés. Testemunhas citadas pelas autoridades gregas relataram que pelo menos 150 pessoas tentavam chegar à costa da ilha de Kalymnos provenientes da Turquia num dos barcos.

Foram salvas 138 pessoas e as autoridades mantêm as buscas para encontrar eventuais desaparecidos.

Um outro barco naufragou ao largo de Rhodes, provocando a morte a três pessoas, uma mulher, uma criança e um bebé, estando outras três pessoas desaparecidas, enquanto seis foram salvas.

Estes novos dramas juntam-se a uma série de naufrágios ocorridos quarta-feira ao largo de Lesbos e Samos, cujo balanço provisório de mortes é de 17, entre as quais 11 crianças.

Durante o mês de outubro, o número de mortos do êxodo para a Europa encontrados em águas gregas do mar Egeu foi de 68, a maioria crianças, de acordo com um relatório elaborado pela de noticias France Presse (AFP) com base em dados fornecidos pela policia grega do porto.

Quatro barcos da guarda costeira grega, um navio da Frontex e um helicóptero Puma participam nas operações no mar Egeu.

As críticas das associações humanitárias têm-se multiplicado à atuação da Frontex -- Agencia Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia -- acusada de falta de capacidade de resposta para salvar vidas.

Reagindo aos últimos acontecimentos, o Alto Comissário para os Refugiados exprimiu quinta-feira a sua "profunda inquietação", sublinhando que o "agravar das condições meteorológicas" agravam a sorte dos migrantes.

Por seu turno, o governo grego lançou um apelo à Europa para garantir a segurança dos refugiados, proporcionando-lhes acesso legal aos países da União Europeu.

Desde o início do ano, mais de 560.000 migrantes e refugiados chegaram à Grécia por mar, de um total de 700.000 que chegou à Europa pelo Mediterrâneo, segundo a organização internacional para as migrações (OIM). Mais de 3.200 pessoas morreram nessas travessias.

Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.