sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Treze crianças entre os mortos nos naufrágios ao largo de ilhas gregas

Os dois naufrágios que ocorreram hoje junto à costa das ilhas gregas de Kalymnos e Rhodes, no mar Egeu, provocaram pelo menos 22 mortes, entre as quais de 13 crianças, tendo sido salvas 144 pessoas, revelaram as autoridades.

© Giorgos Moutafis / Reuters


Esta madrugada, um barco de madeira, em que viajavam mais de 100 pessoas, afundou-se ao largo das ilhas de Kalymnos e Kalolimnos, enquanto outra embarcação se encontrava à deriva no norte de Rhodes.

As operações de salvamento, em que foram resgatadas pelo menos 144 pessoas, têm vindo a ser dificultadas pelos fortes ventos no Mediterrâneo.

Em Kalymnos, as autoridades recuperaram os corpos de 19 migrantes, entre os quais seis mulheres, oito crianças e dois bebés. Testemunhas citadas pelas autoridades gregas relataram que pelo menos 150 pessoas tentavam chegar à costa da ilha de Kalymnos provenientes da Turquia num dos barcos.

Foram salvas 138 pessoas e as autoridades mantêm as buscas para encontrar eventuais desaparecidos.

Um outro barco naufragou ao largo de Rhodes, provocando a morte a três pessoas, uma mulher, uma criança e um bebé, estando outras três pessoas desaparecidas, enquanto seis foram salvas.

Estes novos dramas juntam-se a uma série de naufrágios ocorridos quarta-feira ao largo de Lesbos e Samos, cujo balanço provisório de mortes é de 17, entre as quais 11 crianças.

Durante o mês de outubro, o número de mortos do êxodo para a Europa encontrados em águas gregas do mar Egeu foi de 68, a maioria crianças, de acordo com um relatório elaborado pela de noticias France Presse (AFP) com base em dados fornecidos pela policia grega do porto.

Quatro barcos da guarda costeira grega, um navio da Frontex e um helicóptero Puma participam nas operações no mar Egeu.

As críticas das associações humanitárias têm-se multiplicado à atuação da Frontex -- Agencia Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia -- acusada de falta de capacidade de resposta para salvar vidas.

Reagindo aos últimos acontecimentos, o Alto Comissário para os Refugiados exprimiu quinta-feira a sua "profunda inquietação", sublinhando que o "agravar das condições meteorológicas" agravam a sorte dos migrantes.

Por seu turno, o governo grego lançou um apelo à Europa para garantir a segurança dos refugiados, proporcionando-lhes acesso legal aos países da União Europeu.

Desde o início do ano, mais de 560.000 migrantes e refugiados chegaram à Grécia por mar, de um total de 700.000 que chegou à Europa pelo Mediterrâneo, segundo a organização internacional para as migrações (OIM). Mais de 3.200 pessoas morreram nessas travessias.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.