sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Plataforma de Apoio aos Refugiados apresenta hoje resultados da campanha

A Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) apresenta hoje, em Lisboa, o apoio que está a ser dado aos refugiados e deslocados internos nos países de origem no âmbito da campanha PAR Linha da Frente.

© Ognen Teofilovski / Reuters

Durante a sessão, que vai decorrer no Museu da Eletricidade, a PAR vai revelar o valor dos donativos angariado até ao momento pela campanha de recolha de fundos, como a Cáritas e o Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS) estão a ajudar no local de origem dos refugiados e as perspetivas da campanha PAR Linha da Frente.

Segundo a Plataforma de Apoio aos Refugiados, a PAR Linha da Frente permite dar apoio aos refugiados nos países de origem ou vizinhos, através do trabalho da Cáritas e do JRS, recolhendo fundos para apoio ao trabalho local com população em risco e refugiados, permitindo-lhes viver com mais dignidade e segurança.

A PAR indica que, para apoiar os refugiados nos seus países de origem, tem estado a ser feita uma campanha de recolha de fundos para o trabalho da Cáritas e do JRS no Médio Oriente, particularmente no Líbano, no apoio a refugiados e deslocados internos.

Para tal, foi criada uma conta bancária, revertendo a totalidade dos donativos para o trabalho na linha da frente no apoio a estas pessoas.

A PAR, plataforma da qual fazem parte várias organizações da sociedade civil portuguesa, inclui duas áreas de atuação: acolhimento e integração de crianças refugiadas e das suas famílias em Portugal e apoio aos refugiados no seu país de origem.

Portugal vai receber, ao abrigo do Programa de Relocalização de Refugiados na União Europeia (UE), cerca de 4.500 pessoas nos próximos dois anos.

Fonte da Comissão Europeia disse à agência Lusa, na quarta-feira, que os primeiros refugiados poderão chegar a Portugal na "próxima semana ou dentro de duas semanas".

Lusa

  • Moção de censura "dá voz à indignação de muitos portugueses"
    1:13

    País

    O CDS entregou, no gabinete do presidente da Assembleia da República, a moção de censura ao Governo. O deputado Nuno Magalhães diz que o documento é a voz de todos os portugueses que ficaram indignados com a falência dos serviços do Estado nos incêndios e acrescenta ainda que cabe agora aos partidos da esquerda avaliarem se houve falhas e se foram graves o suficiente para censurarem o Governo.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • Tondela corta relações institucionais com Belenenses

    Desporto

    O Tondela anunciou esta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.

  • SC Braga recebe o Ludogorets
    2:03

    Liga Europa

    O Sporting de Braga recebe hoje o Ludogorets. Abel Ferreira destaca a capacidade física e ofensiva do adversário e quer um Braga a jogar com intensidade para vencer o atual campeão da Bulgária.