sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Sérvia duplica número de acolhimentos de refugiados

A Sérvia comprometeu-se a receber mais três mil refugiados, subindo para seis mil o número de acolhimentos, enquanto a Croácia projeta receber cinco mil pessoas, segundo o último balanço da gestão da crise de migrantes na rota dos Balcãs.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

Reuters

Após uma reunião na quarta-feira, a Comissão Europeia informou hoje sobre o anúncio da Sérvia em duplicar o número de lugares de acolhimento, depois de na semana passada, se ter comprometido com três mil.

A Croácia planeia disponibilizar cinco mil lugares e a Eslovénia reafirmou que irá projetar dois mil, enquanto a Áustria indicou estar a desenvolver trabalho e discussões para aumentar a sua capacidade de receção.

Na atualização de informações, o Governo grego referiu "estar bem encaminhado" o processo de acolhimento, até final do ano, de mais 50 mil pessoas.

Na sequência de um compromisso assumido numa minicimeira em Bruxelas, em outubro, outras 50 mil pessoas irão usufruir de proteção ao longo da rota de migração dos Balcãs.

Membros da Comissão Europeia vão visitar as capitais nacionais na próxima semana para discutir as necessidades e a assistência financeira para prosseguir as operações de acolhimento.

A deslocação a Zagreb está prevista para sexta-feira e a Ljubljana para segunda-feira.

Sobre os 400 guardas de outros Estados-membros a serem deslocados para a Eslovénia, no âmbito da gestão de fronteiras, Bruxelas informou terem viajado 33 e que se espera que 250 estejam no terreno a meio de novembro.

A 26 de outubro, líderes da União Europeia e de países dos Balcãs Ocidentais comprometeram-se, em Bruxelas, a reforçar a capacidade de acolhimento de refugiados, com a criação de mais 100 mil lugares, dos quais metade na Grécia.

A minicimeira, convocada pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, contou com a presença de dirigentes da Áustria, Bulgária, Croácia, Alemanha, Grécia, Hungria, Roménia, Eslovénia e ainda da Antiga República Jugoslava da Macedónia, Albânia e da Sérvia, países que não são membros da União Europeia.

Lusa

  • Portugal inicia preparação para o Mundial sem Cristiano Ronaldo

    Rumo ao Mundial 2018

    A seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar a participação no Mundial2018, que arranca em 14 de junho, na Rússia, com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, numa sessão em que são esperadas algumas ausências. O capitão Cristiano Ronaldo, que vai disputar no sábado a final da Liga dos Campeões com o Real Madrid, é baixa certa no arranque dos trabalhos, mas não deve ser o único.

  • Hoje é notícia

    País

    Esta terça-feira realiza-se o funeral do antigo ministro António Arnaut na Figueira da Foz. Em Sintra está previsto o início do julgamento dos 17 agentes da PSP acusados de agredirem jovens da Cova da Moura, concelho da Amadora, no interior da esquadra de Alfragide. Em Oeiras, a seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar a participação no Mundial2018.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20