sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

União Europeia atribui três mil milhões de euros para refugiados sírios na Turquia

A União Europeia (UE) vai atribuir três mil milhões de euros à Turquia para ajuda aos refugiados, no âmbito do plano de ação conjunto entre as duas partes, anunciou hoje a Comissão Europeia, em comunicado.

© Yannis Behrakis / Reuters

A cinco dias de uma cimeira da UE/Turquia, em Bruxelas, sobre migrações, o executivo comunitário explicou que o novo financiamento ajudará a Turquia a "lidar com o desafio" de acolher temporariamente sírios no seu território.

A Comissão Europeia explicou que vai criar um novo quadro jurídico para coordenar e agilizar o financiamento para garantir "apoio eficaz e complementar aos sírios que estão sob proteção e acolhimento temporários na Turquia".

O vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans sublinhou que, no âmbito da crise dos refugiados, é "absolutamente clara a necessidade de dar mais um passo" na cooperação entre a União Europeia e a Turquia.

A colaboração deverá centrar-se na gestão dos fluxos migratórios e na migração irregular, segundo o responsável, que indicou que os três mil milhões de euros vão ajudar a melhorar o dia-a-dia e as condições socioeconómicas dos refugiados sírios na Turquia.

O encontro de domingo terá início às 16:00 locais (15:00 de Lisboa) e está previsto terminar três horas depois (19:00 de Bruxelas, 18:00 de Lisboa).

A 12 de novembro, após a cimeira euro-africana sobre migrações, em Malta, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, já tinha anunciado que até ao final de 2015 decorreria um encontro entre os países da União Europeia (UE) e a Turquia.

Na mesma ocasião, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, indicou que para o pacote total de três mil milhões de euros de fundos para a Turquia, os Estados-membros teriam que avançar com 2,5 mil milhões de euros.

Este compromisso financeiro deveria acontecer a tempo da cimeira com as autoridades turcas, referiu.

Lusa

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim