sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

União Europeia atribui três mil milhões de euros para refugiados sírios na Turquia

A União Europeia (UE) vai atribuir três mil milhões de euros à Turquia para ajuda aos refugiados, no âmbito do plano de ação conjunto entre as duas partes, anunciou hoje a Comissão Europeia, em comunicado.

© Yannis Behrakis / Reuters

A cinco dias de uma cimeira da UE/Turquia, em Bruxelas, sobre migrações, o executivo comunitário explicou que o novo financiamento ajudará a Turquia a "lidar com o desafio" de acolher temporariamente sírios no seu território.

A Comissão Europeia explicou que vai criar um novo quadro jurídico para coordenar e agilizar o financiamento para garantir "apoio eficaz e complementar aos sírios que estão sob proteção e acolhimento temporários na Turquia".

O vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans sublinhou que, no âmbito da crise dos refugiados, é "absolutamente clara a necessidade de dar mais um passo" na cooperação entre a União Europeia e a Turquia.

A colaboração deverá centrar-se na gestão dos fluxos migratórios e na migração irregular, segundo o responsável, que indicou que os três mil milhões de euros vão ajudar a melhorar o dia-a-dia e as condições socioeconómicas dos refugiados sírios na Turquia.

O encontro de domingo terá início às 16:00 locais (15:00 de Lisboa) e está previsto terminar três horas depois (19:00 de Bruxelas, 18:00 de Lisboa).

A 12 de novembro, após a cimeira euro-africana sobre migrações, em Malta, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, já tinha anunciado que até ao final de 2015 decorreria um encontro entre os países da União Europeia (UE) e a Turquia.

Na mesma ocasião, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, indicou que para o pacote total de três mil milhões de euros de fundos para a Turquia, os Estados-membros teriam que avançar com 2,5 mil milhões de euros.

Este compromisso financeiro deveria acontecer a tempo da cimeira com as autoridades turcas, referiu.

Lusa

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.