sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Macedónia iniciou construção de muro para controlar entradas

A Macedónia começou hoje a construir um muro na sua fronteira com a Grécia para controlar melhor a deslocação de migrantes, constatou um fotógrafo da agência noticiosa AFP no local.

Ainda não é conhecida a extensão da barreira, mas o fotógrafo referiu que o exército está a utilizar maquinaria pesada para erguer um muro de 2,5 metros de altura perto do ponto de passagem usado pelos migrantes, em Gevgelija.

Uma fonte do exército também confirmou à AFP que está a ser erguido um muro, mas não avançou detalhes.

A fonte disse que a passagem da Grécia para a Macedónia, que não é membro da União Europeia, iria continuar aberta e que o muro tem como objetivo assegurar que os migrantes não tentam seguir por outros locais.

Após os atentados de 13 de novembro, em Paris, que provocaram 130 mortos, as autoridades da Macedónia disseram que o exército iria analisar a possibilidade de construir um muro para limitar o fluxo de migrantes vindos da Grécia, mas realçavam que não planeavam encerrar a fronteira.

Dois dos suspeitos de serem bombistas suicidas nos ataques de Paris entraram na Europa através da Grécia, no mesmo dia, em outubro, fazendo-se passar por refugiados a fugir da guerra na Síria, segundo procuradores franceses que trabalham neste assunto.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.