sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Grécia rejeita críticas europeias sobre a gestão da crise migratória

A Grécia respondeu hoje às críticas sobre a sua gestão da crise migratória proveniente de parceiros europeus e rejeitou as "inverdades e distorções" que estarão relacionadas com um artigo do diário Financial Times.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Ismail Zetouni / Reuters

"Existem Estados-membros [da União Europeia (UE)] que creem que o fluxo de refugiados pode ser controlado pela Grécia", afirmou o ministro grego da política migratória, Iannis Mouzalas, num encontro organizado com jornalistas europeus.

O ministro criticou um artigo publicado na edição de hoje do Financial Times, que refere uma crescente exasperação na UE face à gestão grega da crise migratória, e que segundo Mouzalas "inclui inverdades e distorções frequentemente utilizadas por esses Estados-membros contra a Grécia".

A Hungria e a Eslováquia, em particular, acusaram recentemente Atenas de não garantir a proteção das fronteiras externas da UE.

Ao citar fontes europeias anónimas, o artigo do diário britânico afirma que a UE alertou a Grécia contra o risco de uma suspensão da zona Schengen de livre circulação, caso Atenas não adotasse medidas suplementares para reforçar o controlo das suas fronteiras.

"Por exemplo, o artigo indica que a Grécia recusou aceitar a receção de 300 aparelhos Eurodac [para registar e arquivar as impressões digitais dos migrantes que chegam ao país], quando a verdade é que pedimos 100 e recebemos 25 da UE e 17 de Alemanha", revelou Mouzalas.

"Também se escreve que a UE protesta pelo facto de a Grécia não ter organizado o reenvio [de migrantes], pelo contrário, organizámos regressos para o Paquistão que não foram aceites [pelo país asiático] e tentamos organizá-los para a Turquia, que também não foram aceites", acrescentou.

Pelo contrário, o ministro apelou à UE para pressionar a Turquia, que é a "porta" dos fluxos em direção à Europa. "Se os fluxos não são controlados a partir das costas turcas, é impossível que a Grécia, ou qualquer membro da UE, possam controlar esse fluxo", indicou ainda.

Segundo o Financial Times, Atenas está a ser criticada pelos parceiros por não aceitar o envio de uma missão especial da Frontex, a Agência europeia de fronteiras, para as suas fronteiras com a Macedónia, a norte, incluída na "rota dos Balcãs" utilizada em 2015 por centenas de milhares de refugiados que pretendem alcançar a Europa central e do norte.

Apesar de cooperar com a Frontex, a Grécia tem insistido que o controlo das suas fronteiras é um exclusivo da sua soberania nacional.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • Explosão próximo do aeroporto de Damasco

    Mundo

    A televisão do movimento xiita libanês Hezbollah, aliado do regime sírio, noticiou hoje que a explosão ocorrida esta madrugada perto do aeroporto de Damasco "foi provavelmente" resultado de um ataque israelita contra depósitos de combustível.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • "Esta moda bizarra de não vacinar crianças tem tido estas consequências"
    1:43

    Surto de sarampo

    Há mais um caso de sarampo registado pela Direção-Geral da Saúde, no total já são 25. Francisco George garantiu que a situação não é preocupante para as crianças em idade escolar e recomendou uma discussão parlamentar sobre a vacinação. Mais de 11 mil pessoas já assinaram uma petição pública a defender a vacinação obrigatória. 

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.