sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Cerca de 2.000 migrantes em embarcações socorridos ao largo da Líbia

Perto de 2.000 migrantes foram hoje socorridos ao largo das costas da Líbia, em 11 operações separadas e após uma pausa no mau tempo ter permitido novas tentativas nesta zona do Mediterrâneo, anunciou a Marinha italiana.

Alexander Zemlianichenko

Os migrantes foram recolhidos por navios da Guarda-Costeira italiana, da Marinha, por uma embarcação dos Médicos sem Fronteiras (MSF) e por duas outras que integram a operação 'Sophia', da União Europeia (UE), que patrulha o mar no encalce de traficantes de pessoas.

Esta operação seguiu-se a uma interrupção dos fluxos migratórios devido ao mau tempo, tendo sido apenas recolhidos 400 refugiados em dez dias, um número muito baixo em comparação com os meses de verão, quanto foram socorridas diariamente uma média de 760 pessoas.

A guarda-costeira italiana disse que as operações decorreram após o centro de comando em Roma ter recebido chamadas telefónicas por telefone satélite provenientes das embarcações dos migrante e que pediam ajuda.

Os MSF também anunciaram hoje o início de uma operação conjunta com o grupo ambientalista Greenpeace dirigida às pessoas que arriscam a vida na travessa entre a Turquia e a Grécia.

A Organização Internacional das Migrações referiu em novembro que perto de 860.000 migrantes alcançaram a Europa em 2015 e cerca de 3.500 morreram quando tentavam a travessia do Mediterrâneo.

Por sua vez, a agência da ONU para infância (Unicef) assinalou que a proporção de mulheres e crianças entre o conjunto dos migrantes e refugiados em movimento é cada vez maior, atingindo atualmente mais de metade, quando há alguns meses constituía apenas 27% do total.

Lusa

  • Trabalharia horas extra sem ser pago? E feriados?  
    1:25
  • UE dá "luz verde" para início das negociações do Brexit

    Brexit

    Os 27 Estados-membros da União Europeia aprovaram esta segunda-feira a autorização para o início das negociações do Brexit, indicando formalmente o final de junho para início do processo de saída do Reino Unido, que se prolongará por dois anos.

  • Regras secretas do Facebook permitem divulgação de imagens violentas

    Mundo

    A política interna da empresa Facebook defende que nem todos os vídeos violentos publicados na rede social devem ser apagados porque "não quer censurar ou punir pessoas em perigo". A revelação é feita pelo jornal britânico The Guardian após uma investigação em que conseguiu ter acesso ao manual interno.