sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima resgata 55 afegãos "em pânico" no Mar Egeu

A equipa da Polícia Marítima (PM) em missão na Grécia resgatou 55 afegãos "em pânico", no meio da travessia entre a Turquia e a ilha grega de Lesbos, indicou hoje a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Dimitris Michalakis / Reuters

Em comunicado, a AMN adianta que a embarcação em que seguiam os 55 afegãos, 12 dos quais crianças e bebés, estava a entrar com grandes dificuldades em águas territoriais gregas, encontrava-se com o motor avariado, sem propulsão e à deriva, sob influência das correntes marítimas.

Durante o resgate, geraram-se "momentos de grande tensão" entre os migrantes, uma vez que "não conseguiam entender que a equipa da Polícia Marítima os iria salvar a todos, nem conseguiam entender que era necessário manter a calma e cumprir as regras de segurança transmitidas", refere a AMN, indicando que os elementos da PM colocaram rapidamente a bordo mulheres, crianças e idosos, que apresentavam "sinais visíveis de grande cansaço".

Segundo a AMN, cerca de 40 afegãos foram resgatados para o interior da embarcação portuguesa e os restantes foram rebocados, em segurança, até ao porto de Skala Sikaminea, tendo sido distribuído, durante o trajeto, mantas térmicas, águas e bolachas.

No total, a PM resgatou 12 crianças e bebés, dez mulheres e 33 homens. Uma das mulheres resgatadas tinha um braço partido e foi assistida por médicos de Organizações Não-Governamentais (ONG), presentes no porto de Skala Sikaminea.

Desde 01 de outubro que uma equipa da Polícia Marítima (PM) portuguesa está no Mar Egeu, na Grécia, no âmbito de uma operação da Agência Europeia da Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (Frontex), denominada "Poseidon Sea 2015", com "o objetivo de cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço".

A missão da PM no mar Egeu termina a 30 de setembro de 2016.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Então as pessoas arriscavam as poupanças de uma vida, sabendo que os produtos não eram seguros?"
    0:45
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.