sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 410 mil pessoas pediram asilo à UE no 3º trimestre de 2015

Mais de 410 mil pessoas requereram, pela primeira vez, asilo na União Europeia (UE) no 3.º trimestre do ano, quase o dobro em relação ao trimestre anterior, informou hoje o gabinete oficial de estatísticas Eurostat.

© Alexandros Avramidis / Reuter

Entre julho e setembro deste ano, o número de pedidos para proteção internacional foi de 413.800, traduzindo uma subida de 94% em relação ao trimestre anterior, quando o número foi de 213.200.

Em Portugal, registou-se um decréscimo de 12% entre os dois trimestres, com as 220 pessoas que pediram asilo, no 3.º trimestre, a Lisboa a representarem 0,1% das solicitações à União Europeia.

Os números indicam que lideram os pedidos a Portugal os ucranianos (85), chineses (30) e paquistaneses (25).

No 3.º trimestre, o número de sírios e iraquianos que solicitou asilo mais do que triplicou, na comparação com o trimestre anterior, com o registo de 138 mil e 44.500 pessoas, respetivamente. As solicitações afegãs duplicaram, ultrapassando as 56.500.

Estas três nacionalidades representaram mais de metade dos primeiros pedidos.

Por seu lado, Alemanha (108.305) e Hungria (108.085) receberam mais de 50% das solicitações totais, entre julho e setembro, seguindo-se, como Estados-membros com maior procura, a Suécia (42.500), Itália (28.400) e Áustria (27.600).

Em termos percentuais, foi a Finlândia que teve maior crescimento (842%). A Hungria registou 231%, a Suécia 197%, a Bélgica 191% e o Luxemburgo 154%.

A proporção dos pedidos por habitante foi mais elevada na Hungria (10.974 pedidos por milhão de habitante), à frente da Finlândia (4.362 por milhão), Áustria (3.215), Finlândia (2.765), Alemanha (1.334), Bélgica (1.301) e Luxemburgo (1.108).

Já a menor proporção observou-se na Eslováquia (três pedidos por milhão de habitantes), Croácia (8), Roménia (14) e Portugal (21).

Ao abrigo do mecanismo de recolocação de 160 mil refugiados, os números divulgados hoje pela Comissão Europeia indicam terem ido 49 pessoas para a Finlândia, 19 para França, 11 para a Alemanha, 12 para Espanha, 39 para a Suécia e 30 para o Luxemburgo, num total de 160.

O executivo comunitário fez ainda saber que entre setembro e novembro foram repatriadas 658 pessoas.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.