sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 410 mil pessoas pediram asilo à UE no 3º trimestre de 2015

Mais de 410 mil pessoas requereram, pela primeira vez, asilo na União Europeia (UE) no 3.º trimestre do ano, quase o dobro em relação ao trimestre anterior, informou hoje o gabinete oficial de estatísticas Eurostat.

© Alexandros Avramidis / Reuter

Entre julho e setembro deste ano, o número de pedidos para proteção internacional foi de 413.800, traduzindo uma subida de 94% em relação ao trimestre anterior, quando o número foi de 213.200.

Em Portugal, registou-se um decréscimo de 12% entre os dois trimestres, com as 220 pessoas que pediram asilo, no 3.º trimestre, a Lisboa a representarem 0,1% das solicitações à União Europeia.

Os números indicam que lideram os pedidos a Portugal os ucranianos (85), chineses (30) e paquistaneses (25).

No 3.º trimestre, o número de sírios e iraquianos que solicitou asilo mais do que triplicou, na comparação com o trimestre anterior, com o registo de 138 mil e 44.500 pessoas, respetivamente. As solicitações afegãs duplicaram, ultrapassando as 56.500.

Estas três nacionalidades representaram mais de metade dos primeiros pedidos.

Por seu lado, Alemanha (108.305) e Hungria (108.085) receberam mais de 50% das solicitações totais, entre julho e setembro, seguindo-se, como Estados-membros com maior procura, a Suécia (42.500), Itália (28.400) e Áustria (27.600).

Em termos percentuais, foi a Finlândia que teve maior crescimento (842%). A Hungria registou 231%, a Suécia 197%, a Bélgica 191% e o Luxemburgo 154%.

A proporção dos pedidos por habitante foi mais elevada na Hungria (10.974 pedidos por milhão de habitante), à frente da Finlândia (4.362 por milhão), Áustria (3.215), Finlândia (2.765), Alemanha (1.334), Bélgica (1.301) e Luxemburgo (1.108).

Já a menor proporção observou-se na Eslováquia (três pedidos por milhão de habitantes), Croácia (8), Roménia (14) e Portugal (21).

Ao abrigo do mecanismo de recolocação de 160 mil refugiados, os números divulgados hoje pela Comissão Europeia indicam terem ido 49 pessoas para a Finlândia, 19 para França, 11 para a Alemanha, 12 para Espanha, 39 para a Suécia e 30 para o Luxemburgo, num total de 160.

O executivo comunitário fez ainda saber que entre setembro e novembro foram repatriadas 658 pessoas.

Lusa

  • Obama acredita que Guterres será um bom líder da ONU
    0:53

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar de perto com os Estados Unidos na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido esta sexta-feira por Barack Obama, na Casa Branca, onde foi elogiado pelo ainda Presidente.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.