sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE pede a Itália que se necessário use a força para recolher impressões digitais dos migrantes

A Comissão Europeia pediu na terça-feira a Itália para recolher as impressões digitais de todos os migrantes que chegam ao país, devendo usar a força se for necessário. A Itália precisa de desenvolver "um quadro legal mais sólido" para permitir o "uso da força para recolher as impressões digitais" dos imigrantes "que resistem à recolha", defende a Comissão Europeia, num comunicado.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

"O objetivo de 100% [de recolha] de impressões digitais à chegada dos migrantes tem de ser atingido sem demora", acrescenta.

O ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, respondeu, na terça-feira, que o sistema legal italiano já permite o uso da força em tais situações, mas deputados do país manifestaram preocupação em relação ao pedido.

"O facto de a UE legitimar o uso da força contra migrantes vai contra as convenções sobre direitos humanos [e] é bastante preocupante", disse o deputado Mario Marazziti, presidente da comissão de assuntos sociais italiana.

A Comissão Europeia iniciou esta semana procedimentos legais contra a Croácia, Grécia e Itália por não registarem todos os migrantes na base de dados Eurodac quando entram pela primeira vez no continente europeu.

A UE está a debater soluções para a chegada de cerca de um milhão de migrantes à Europa este ano, a maioria deles refugiados sírios provenientes da Turquia.

A agência de refugiados das Nações Unidas informou em meados de novembro que 142.400 pessoas desembarcaram em Itália depois de terem feito uma perigosa viagem marítima através do Mediterrâneo este ano.

Uma cimeira europeia na quinta-feira vai discutir o controverso plano revelado esta semana para uma nova força de guardas costeiros que poderia intervir nos estados membros sem o seu consentimento.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.