sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Um milhão de migrantes chegaram à Europa em 2015

Um milhão de migrantes e refugiados entraram na Europa desde janeiro de 2015, anunciou hoje a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR). É o fluxo migratório mais elevado desde a IIª Guerra Mundial.

Imigrante ilegal reza após ser salvo de naufrágio no Mediterrâneo.

Imigrante ilegal reza após ser salvo de naufrágio no Mediterrâneo.

© Ismail Zetouni / Reuters

"A 21 de dezembro [de 2015], 972 mil [pessoas] atravessaram o mar Mediterrâneo, de acordo com os números do ACNUR. Alem disso, a OIM estima que mais de 34 mil passaram pela Bulgária e Grécia depois de atravessarem a Turquia", indicam as duas organizações em comunicado conjunto.

"O total representa o fluxo migratório mais elevado desde a IIª Guerra Mundial" na Europa. Em 2014, 219 mil refugiados e migrantes atravessaram o Mediterrâneo para a Europa.

Na travessia do mar morreram quase 3.700 pessoas.

Entre o milhão de pessoas que chegaram este ano à Europa "uma em duas - meio milhão de pessoas - eram sírios a fugir da guerra no seu país", revelam as organizações. Os afegãos representam 20% e os iraquianos 7%.

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.