sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Alemanha recruta 8500 professores para ensinar crianças refugiadas

A Alemanha contratou 8500 professores para ensinar a língua alemã a crianças refugiadas, perante a entrada de milhares de refugiados no país.

A Alemanha e a Suécia são os dois principais recetores de migrantes.

A Alemanha e a Suécia são os dois principais recetores de migrantes.

© Fabrizio Bensch / Reuters

Por via da maior vaga de migrantes na Europa, este ano entraram na Alemanha 325 mil crianças em idade escolar, das quais 196 mil entraram no sistema educativo.

De acordo com a edição do jornal Die Welt, para fazer face às necessidades educativas das crianças refugiadas, foram criadas mais de oito mil turmas e contratados 8.500 professores em todo o país. No entanto, o número poderá chegar aos 20.000 educadores a serem requisitados.

"A administração escolar e educativa nunca tinha sido confrontada com um desafio desta dimensão. Temos de aceitar que esta situação de exceção será a regra por muito tempo", afirmou ao Die Welt Brunhild Kurth, responsável do conselho de Educação, que agrupa os representantes dos diferentes Estados-região da Alemanha.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.