sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Bar austríaco gera polémica ao impedir a entrada a migrantes

Um bar austríaco divulgou hoje que decidiu proibir a entrada no estabelecimento a "todos os requerentes de asilo", medida que está a suscitar duras críticas por parte das organizações de defesa dos direitos humanos daquele país.

Santi Palacios

O bar, localizado na estância termal de Bad Ischl (nos Alpes austríacos), precisou que tomou esta medida há alguns dias, depois de vários incidentes com migrantes que alegadamente terão assediado jovens mulheres, incluindo uma funcionária do estabelecimento.

"Fartei-me e decidi negar-lhes o acesso ao meu bar", explicou, em declarações à agência francesa AFP, a proprietária do bar, Karin Siebrecht-Janisch, acrescentando que contratou seguranças para garantir o cumprimento da medida.

Numa mensagem publicada no início desta semana na rede social Facebook, que posteriormente foi retirada, a proprietária do bar afirmou que o estabelecimento era uma zona "livre de requerentes de asilo".

Citado pela AFP, o Ministério Público local esclareceu que esta medida imposta pela proprietária do bar não está prevista na lei austríaca, questão que foi entretanto denunciada pela organização não-governamental especializada em apoio jurídico Zara.

"É ilegal incitar ao ódio contra os 'estrangeiros', mas impor atos discriminatórios contra os refugiados ou requerentes de asilo não é punível no âmbito da lei atual", afirmou uma porta-voz desta organização, Christina Schaefer, recordando que esta entidade exige há vários anos uma alteração da lei.

A polícia de Bas Ischl informou que até à data não recebeu qualquer queixa relacionada com os 120 requerentes de asilo que estão a viver num centro de acolhimento localizado naquela zona.

"Muitas vezes somos chamados por causa de incidentes [naquele bar], como brigas ou raparigas embriagadas, mas nada relacionado com refugiados", assegurou um porta-voz da polícia em declarações ao jornal Die Presse.

No ano passado, várias centenas de milhares de migrantes passaram pela Áustria em direção à Alemanha. Cerca de 90 mil migrantes requerem asilo na Áustria, país com 8,5 milhões de habitantes, uma das taxas de pedidos de asilo mais elevadas tendo em conta a população total.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19