sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Bar austríaco gera polémica ao impedir a entrada a migrantes

Um bar austríaco divulgou hoje que decidiu proibir a entrada no estabelecimento a "todos os requerentes de asilo", medida que está a suscitar duras críticas por parte das organizações de defesa dos direitos humanos daquele país.

Santi Palacios

O bar, localizado na estância termal de Bad Ischl (nos Alpes austríacos), precisou que tomou esta medida há alguns dias, depois de vários incidentes com migrantes que alegadamente terão assediado jovens mulheres, incluindo uma funcionária do estabelecimento.

"Fartei-me e decidi negar-lhes o acesso ao meu bar", explicou, em declarações à agência francesa AFP, a proprietária do bar, Karin Siebrecht-Janisch, acrescentando que contratou seguranças para garantir o cumprimento da medida.

Numa mensagem publicada no início desta semana na rede social Facebook, que posteriormente foi retirada, a proprietária do bar afirmou que o estabelecimento era uma zona "livre de requerentes de asilo".

Citado pela AFP, o Ministério Público local esclareceu que esta medida imposta pela proprietária do bar não está prevista na lei austríaca, questão que foi entretanto denunciada pela organização não-governamental especializada em apoio jurídico Zara.

"É ilegal incitar ao ódio contra os 'estrangeiros', mas impor atos discriminatórios contra os refugiados ou requerentes de asilo não é punível no âmbito da lei atual", afirmou uma porta-voz desta organização, Christina Schaefer, recordando que esta entidade exige há vários anos uma alteração da lei.

A polícia de Bas Ischl informou que até à data não recebeu qualquer queixa relacionada com os 120 requerentes de asilo que estão a viver num centro de acolhimento localizado naquela zona.

"Muitas vezes somos chamados por causa de incidentes [naquele bar], como brigas ou raparigas embriagadas, mas nada relacionado com refugiados", assegurou um porta-voz da polícia em declarações ao jornal Die Presse.

No ano passado, várias centenas de milhares de migrantes passaram pela Áustria em direção à Alemanha. Cerca de 90 mil migrantes requerem asilo na Áustria, país com 8,5 milhões de habitantes, uma das taxas de pedidos de asilo mais elevadas tendo em conta a população total.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.