sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Segundo grupo de refugiados deve chegar a Portugal no fim de janeiro

A nova diretora nacional do SEF, Luísa Maia Gonçalves, disse hoje que um segundo grupo de refugiados, vindos de centros de acolhimento da Grécia e Itália, deverá chegar a Portugal no final do mês de janeiro.

© Umit Bektas / Reuters

Sem avançar uma data definitiva e especificar o número, Luísa Maia Gonçalves adiantou que Portugal deverá receber "mais alguns refugiados" no final do mês de janeiro.

"Não há datas definidas, mas, em princípio, talvez no final do mês possam vir mais alguns", disse aos jornalistas a diretora nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, no final da sua tomada de posse.

O primeiro grupo de refugiados, composto por 24 pessoas, também provenientes de centros de acolhimento de Itália e Grécia, chegou a Portugal a 17 de dezembro.

Ao abrigo do Programa de Relocalização de Refugiados da União Europeia (UE), definido em setembro de 2015, Portugal disponibilizou-se para acolher cerca de 4.500, tendo apenas chegado esse primeiro grupo de 24 refugiados.

A diretora do SEF afirmou que o atraso na recolocação dos refugiados "não é da responsabilidade de Portugal", existindo normas sobre a forma como transitam dos "chamados pontos quentes" para os estados-membros.

"O processamento é feito de acordo com as regras da União Europeia, não é Portugal que as define é a UE e há procedimentos que são acautelados e que são tidos em conta nesta situação humanitária", sustentou.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28