sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Schäuble sugere imposto europeu para financiar crise de refugiados

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, sugeriu hoje a hipótese de um imposto europeu sobre a gasolina, caso seja necessário, para lidar financeiramente com a crise de refugiados, numa entrevista ao diário Süddeutsche Zeitung.

© Scanpix Denmark / Reuters

"Se os orçamentos nacionais ou o orçamento europeu não forem suficientes, então poderemos fazer um acordo para criar, por exemplo, um imposto de um determinado nível por cada litro de gasolina", disse o ministro.

"Desse modo teríamos meios para uma resposta europeia à questão dos refugiados", afirmou, acrescentando que "a solução do problema não deve falhar por falta de recursos".

O ministro considerou que o sucedido em Colónia - uma série de ataques, incluindo abuso sexual, atribuídos a migrantes, na noite de Ano Novo - "reforça a pressão" para encontrar rapidamente "uma solução para o problema do controlo das fronteiras externas da União Europeia ".

"É indiscutível", sublinhou.

"O problema deve ser resolvido no palco europeu. [...] Caso contrário, não será só a Alemanha a sofrer as consequências, como alguns parecem pensar, mas também os nossos vizinhos e os países dos Balcãs, como a Grécia, que serão afetados", acrescentou.

O ministro lamentou que "as coisas estejam a caminhar muito devagar na Europa", e afirmou apoiar plenamente os esforços da chanceler Angela Merkel para encontrar uma solução.

"Eu apoio com toda a força das minhas convicções o que disse a chanceler: temos de resolver o problema ao nível das fronteiras exteriores da Europa."

Pois, se o problema não for resolvido a esse nível, "será nas fronteiras nacionais, e essa será a pior das soluções", pois a Europa ficará numa situação de crise ainda maior, acrescentou.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.