sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Pelo menos 15 mortos em dois naufrágios no mar Egeu, incluindo seis crianças

Pelo menos 15 pessoas, incluindo seis crianças, morreram na manhã de hoje em dois naufrágios sucessivos ao largo das ilhas gregas Farmakonissi e Kalolimnos no mar Egeu, enquanto dezenas de migrantes foram dados como desaparecidos, informou a guarda costeira.

© Giorgos Moutafis / Reuters (Arquivo)

No primeiro naufrágio, ocorrido perto das 00:30 (hora de Lisboa), 48 pessoas conseguiram alcançar a salvo as costas de Farmakoniss, depois de o barco em que seguiam ter embatido nas rochas, segundo a polícia portuária. Os corpos de seis crianças e o de uma mulher foram recuperados pela guarda costeira após o naufrágio.

Algumas horas mais tarde, outro barco virou ao largo de Kalolimnos e a polícia portuária recuperou oito mortos.

No total, 26 pessoas sobreviveram a este segundo naufrágio, mas segundo declarações dos sobreviventes, havia dezenas de pessoas a bordo do barco proveniente das costas turcas.

Na quinta-feira, pelo menos 12 migrantes, incluindo crianças, morreram ao largo das costas ocidentais da Turquia. A guarda costeira turca conseguiu salvar 28 pessoas.

Segundo estimativas da Organização Internacional para as Migrações (OIM), 77 pessoas morreram nestas travessias entre 01 e 18 de janeiro.

Também desde o início do ano, a OIM contou 31 mil chegadas às ilhas gregas, um número 21 vezes superior do que o registado em janeiro de 2015.

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.