sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Reino Unido vai acolher crianças refugiadas separadas das famílias

O Reino Unido vai acolher um número não especificado de crianças migrantes que foram separadas dos seus pais devido aos conflitos na Síria e outros países, anunciou hoje o Governo.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

As autoridades britânicas vão trabalhar com a agência das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) para identificar jovens elegíveis a residir no Reino Unido, anunciou o Ministério do Interior.

O primeiro-ministro David Cameron anunciou em setembro que 20 mil refugiados de campos nas fronteiras da Síria seriam acolhidos até 2020. Mais de mil, metade deles crianças, chegaram até agora.

No entanto, o Reino Unido rejeitou as quotas da União Europeia para acolher migrantes e distribui-los pelo bloco de 28 nações.

"A crise na Síria e os eventos no Médio Oriente, norte de África e noutros lugares separaram um elevado número de crianças refugiadas das suas famílias", afirmou o ministro da Imigração, James Brokenshire, em comunicado.

Brokenshire acrescentou que, apesar de a "grande maioria" destas crianças estar em melhor situação permanecendo na região, com familiares, o Governo britânico pediu "à ACNUR para identificar os casos excecionais em que o interesse supremo da criança é servido através do realojamento no Reino Unido", e pediu ajuda para os trazer para o país.

Uma porta-voz do Ministério do Interior disse não poder confirmar quantas crianças serão abrangidas por este esquema.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.