sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Macedónia constrói segunda vala na fronteira com a Grécia

O exército macedónio iniciou hoje a construção de uma segunda vala na fronteira com a Grécia, para reforçar a barreira já existente e impedir a passagem de imigrantes ilegais, confirmou à agência Efe fonte militar.

(arquivo)

(arquivo)

© Yannis Behrakis / Reuters (Arquivo)

O Governo de Skopje tomou esta decisão devido às numerosas passagens ilegais registadas nos últimos meses.

A Antiga República Jugoslava da Macedónia (FYROM), principal via da designada Rota dos Balcãs, proibiu em novembro a passagem a todos os migrantes que não possuam nacionalidade síria, iraquiana e afegã, os únicos que são reconhecidos de imediato como refugiados.

Desde então, as autoridades referem ter impedido 20.000 passagens ilegais, 4.000 das quais registadas em janeiro, segundo dados do ministério do Interior.

"Estamos a construir uma nova vala na parte sul da linha de fronteira com a Grécia. Ainda não podemos referir o seu comprimento, mas decerto que terá mais de 20 quilómetros, mais ou menos como a primeira", assinalou hoje à Efe o porta-voz do exército macedónio, Toni Janevski.

Diversos media locais referiram que a nova barreira poderá alcançar 37 quilómetros e está a ser construída em paralelo à existente, a cerca de cinco metros de distância.

"Outro objetivo da segunda vala consiste em dar à polícia tempo adicional para atuar contra as tentativas de cruzar ilegalmente a fronteira", acrescentou.

Agentes da polícia da Sérvia, Croácia, Eslovénia, Hungria, Áustria, Eslováquia e República Checa estão a promover patrulhas conjuntas com as forças de segurança da Macedónia com o objetivo de impedir as passagens ilegais e organizar as travessias dos refugiados.

Na semana passada, responsáveis destes países decidiram numa reunião impedir a passagem de refugiados da Síria, Iraque ou Afeganistão que não possuam passaporte.

Após o encerramento das fronteiras aos designados imigrantes económicos, aumentou o número de pessoas que recorrem às mafias locais para obter passaportes falsos e tentar cruzar a fronteira.

A guarda fronteiriça de Skopje informou hoje que nas últimas 24 horas permitiu a passagem de 2.800 pessoas.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.