sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Suécia detém grupo suspeito de planear ataque a centro de refugiados

A polícia da Suécia anunciou hoje a detenção de um grupo de 14 homens suspeito de planear um ataque a um centro de refugiados.

A Suécia estima receber em 2016 mais 140 mil candidatos a asilo.

A Suécia estima receber em 2016 mais 140 mil candidatos a asilo.

© TT News Agency / Reuters

A polícia indicou que as detenções foram feitas na segunda-feira, depois de ter recebido uma informação sobre um ataque em preparação contra o centro de acolhimento de migrantes de Nynashamn, cerca de 60 quilómetros a sul de Estocolmo.

Nos automóveis de vários dos suspeitos a polícia encontrou machados, facas e tubos de ferro.

Segundo a imprensa sueca, os suspeitos tinham todos documentos de identificação estrangeiros e, segundo o diário Aftonbladet, alguns eram cidadãos polacos residentes na Suécia.

Um porta-voz da polícia, Hesam Akbari, recusou dar informações sobre a nacionalidade dos suspeitos.

Em janeiro, dezenas de homens encapuzados, que as autoridades pensam serem 'hooligans' ou membros de grupos neonazis, distribuíram panfletos no centro de Estocolmo apelando para ataques contra migrantes.

A Suécia recebeu cerca de 163 mil pedidos de asilo em 2015.

À semelhança de outros países da União Europeia, que se confronta com a maior vaga de refugiados desde a II Guerra Mundial, o executivo apertou as regras para a concessão de asilo, na tentativa de desencorajar novas chegadas.

Por outro lado, as autoridades têm manifestado crescente preocupação com as condições de segurança dos centros de acolhimento de refugiados, na sua maioria sobrelotados.

As medidas de segurança foram reforçadas depois de, em janeiro, uma funcionária de um centro para menores ter sido esfaqueada mortalmente.

A Suécia estima receber em 2016 mais 140 mil candidatos a asilo.

Lusa

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.