sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Turquia tem novo afluxo de 600.000 refugiados sírios

A Turquia teme que os combates em curso na cidade síria de Aleppo possam causar um novo afluxo de 600.000 refugiados nas suas fronteiras, declarou hoje o vice-primeiro-ministro, no final de um conselho de ministros.

© Giorgos Moutafis / Reuters

"O pior cenário que poderá acontecer nesta região a curto prazo será um novo afluxo de 600.000 refugiados na fronteira com a Turquia", disse Numan Kurtulmus à imprensa.

Iniciada há uma semana, a ofensiva do exército leal ao Presidente sírio, Bashar al-Assad, com o apoio de ataques aéreos russos contra os rebeldes nos arredores de Aleppo já forçou dezenas de milhares de civis a fugir.

"Como resultado daquela situação cerca de 200.000 pessoas foram forçadas a abandonar a fugir, 65.000 das quais em direção à Turquia e 135.000 para o interior da Síria", acrescentou Numan Kurtulmus.

Cerca de 30.000 refugiados, a maioria dos quais mulheres e crianças, permanecem no posto da fronteira turca de Oncupinar, que o Governo turco mantém encerrado, ao frio e em condições extremamente precárias.

"O nosso objetivo é manter essa onda de migrantes para além da fronteira da Turquia, proporcionando-lhes os serviços necessários", disse também o vice-primeiro-ministro.

As autoridades turcas têm reiterado a sua política de "porta aberta" continua inalterada e que estavam prontos, se necessários, para acolher a nova onda de refugiados.

A Turquia, que já recebeu 2,7 milhões de sírios, advertiu, contudo, que não vai aguentar sozinho o "fardo" da hospedagem dos refugiados.

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa