sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Turquia sob pressão ameaça enviar milhões de refugiados para a UE

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou na quinta-feira enviar os milhões de refugiados que estão na Turquia para Estados membros da União Europeia, em resposta à pressão para abrir a fronteira a milhares de sírios.

© Ammar Abdullah / Reuters

Num discurso em Ancara, Erdogan afirmou que já em novembro ameaçou os líderes europeus, numa cimeira, de que a Turquia podia dizer "adeus" aos refugiados.

A Turquia, que acolhe três milhões de refugiados, está a ser pressionada pela União Europeia e pelas Nações Unidas para receber dezenas de milhares de refugiados sírios, que fogem da região de Alepo.

Erdogan defendeu que a Turquia tem o direito de retirar os refugiados do país se o desejar.

"Quantos refugiados aceitaram outros países? Alguns 100, outros 300 ou quinhentos. Não está escrito 'idiota' nas nossas testas. Vamos ser pacientes mas faremos o que tivermos de fazer. Não pensem que os aviões e os autocarros estão aqui para nada", disse.

As declarações de Etdogan foram proferiadas no mesmo dia em que o secretário-geral da NATO anunciou que o agrupamento naval da organização que se encontra no Mediterrâneo vai deslocar-se "imediatamente" para o Mar Egeu dando início às missões de vigilância e salvamento de refugiados, a pedido dos governos da Turquia, Grécia e Alemanha.

"Acabamos de concordar que a NATO vai dar apoio na crise dos imigrantes e dos refugiados", disse Stoltenberg durante a conferência de imprensa, no final da reunião dos ministros da Defesa dos países que compõem a organização e que decorreu em Bruxelas.

O secretário-geral da NATO acrescentou que os navios da Aliança Atlântica que se encontram no Mediterrâneo e que estão neste momento sob comando alemão vão operar em coordenação com embarcações militares gregas e turcas assim e com os meios da Frontex, a agência que controla as fronteiras da União Europeia.

Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.