sicnot

Perfil

Crise Migratória na Europa

Bruxelas propõe 700 M€ para países da UE enfrentarem crise migratória

Bruxelas propõe 700 M€ para países da UE enfrentarem crise migratória

Um total de 700 milhões de euros deverá ser disponibilizado como ajuda de emergência humanitária dentro da UE, em particular para responder à crise dos refugiados, segundo uma proposta hoje apresentada pela Comissão Europeia. Mais de 20 mil migrantes estão retidos na Grécia. A pior situação continua a viver-se no norte, junto à fronteira com a Macedónia, onde milhares de refugiados esperam autorização para seguir caminho.

A fronteira entre a Macedónia e a Grécia situa-se na principal rota migratória dos Balcãs, que começa na Grécia e passa sucessivamente pela Macedónia, Sérvia e Croácia, seguindo pela Eslovénia até à Áustria.

Do lado grego, junto ao posto fronteiriço grego de Idomeni, as autoridades locais afirmam que há 7.000 migrantes em dois acampamentos montados por organizações humanitárias e mais umas 3.000 nos campos em volta.

Nos últimos dias, as organizações no terreno deram conta da falta de alimentos e de tendas e alertaram para os efeitos do tempo chuvoso na saúde dos migrantes, muitos dos quais viajam com crianças.

Um jornalista da agência France Presse relatou hoje que há filas de pessoas para a distribuição de comida.

A Comissão Europeia (CE) propôs hoje destinar 700 milhões de euros do orçamento comunitário a ajuda de emergência humanitária aos países da União Europeia (UE), especialmente os confrontados com a chegada em massa de migrantes.

A Grécia estima precisar de quase 500 milhões de euros para organizar o acolhimento de 100.000 refugiados e para gerir a situação na fronteira com a Macedónia.

Segundo números divulgados há uma semana pela Organização Internacional das Migrações (OIM), mais de 100.000 pessoas chegaram à Europa através do Mediterrâneo desde janeiro, a esmagadora maioria das quais à Grécia.

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.