sicnot

Perfil

Crise Migratória na Europa

Bruxelas propõe 700 M€ para países da UE enfrentarem crise migratória

Bruxelas propõe 700 M€ para países da UE enfrentarem crise migratória

Um total de 700 milhões de euros deverá ser disponibilizado como ajuda de emergência humanitária dentro da UE, em particular para responder à crise dos refugiados, segundo uma proposta hoje apresentada pela Comissão Europeia. Mais de 20 mil migrantes estão retidos na Grécia. A pior situação continua a viver-se no norte, junto à fronteira com a Macedónia, onde milhares de refugiados esperam autorização para seguir caminho.

A fronteira entre a Macedónia e a Grécia situa-se na principal rota migratória dos Balcãs, que começa na Grécia e passa sucessivamente pela Macedónia, Sérvia e Croácia, seguindo pela Eslovénia até à Áustria.

Do lado grego, junto ao posto fronteiriço grego de Idomeni, as autoridades locais afirmam que há 7.000 migrantes em dois acampamentos montados por organizações humanitárias e mais umas 3.000 nos campos em volta.

Nos últimos dias, as organizações no terreno deram conta da falta de alimentos e de tendas e alertaram para os efeitos do tempo chuvoso na saúde dos migrantes, muitos dos quais viajam com crianças.

Um jornalista da agência France Presse relatou hoje que há filas de pessoas para a distribuição de comida.

A Comissão Europeia (CE) propôs hoje destinar 700 milhões de euros do orçamento comunitário a ajuda de emergência humanitária aos países da União Europeia (UE), especialmente os confrontados com a chegada em massa de migrantes.

A Grécia estima precisar de quase 500 milhões de euros para organizar o acolhimento de 100.000 refugiados e para gerir a situação na fronteira com a Macedónia.

Segundo números divulgados há uma semana pela Organização Internacional das Migrações (OIM), mais de 100.000 pessoas chegaram à Europa através do Mediterrâneo desde janeiro, a esmagadora maioria das quais à Grécia.

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.