sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Eslovénia vai barrar entradas de migrantes a partir da meia-noite

A Eslovénia anunciou hoje que vai recusar, a partir da meia-noite de hoje, a entrada de migrantes em todo o seu território, abrindo exceção para situações de emergência "humanitária", numa tentativa de travar a rota migratória nos Balcãs.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Laszlo Balogh / Reuters

A entrada na Eslovénia vai, a partir de agora, ser concedida a "estrangeiros que cumpram os requisitos para entrar no país", aqueles que desejam pedir asilo e a migrantes selecionados "caso a caso por razões humanitárias e de acordo com as regras do espaço Schengen", informou o Ministério do Interior esloveno, em comunicado.

A Eslovénia será o primeiro país do Espaço Schengen a aplicar esta medida, depois de o primeiro-ministro, Miro Cerar, ter anunciado esta manhã que vai aplicar estritamente as normas europeias, admitindo um máximo de 50 refugiados por mês, que acreditem que têm o direito a solicitar asilo por virem de zonas de guerra.

No final da cimeira de Bruxelas sobre a crise dos refugiados, o chefe do executivo esloveno recordou que, segundo as quotas estabelecidas pela União Europeia, a Eslovénia deverá receber 567 refugiados por ano.

A Macedónia, a Sérvia, a Croácia e a Eslovénia integram a denominada rota dos Balcãs usada pelos refugiados do Médio Oriente para chegar à Áustria, Alemanha e outros países ricos da União Europeia.

Lusa

  • Primatóloga Jane Goodall na Cimeira National Geographic em Lisboa
    3:00

    País

    Qual o futuro do planeta? O desperdício alimentar. A relação do homem com os animais. São estes alguns dos temas da cimeira da National Geographic que decorre entre hoje e amanhã em Lisboa. Entre os oradores está Jane Goodall, a primeira cientistas a estudar chimpanzés selvagens.

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.