sicnot

Perfil

Crise Migratória na Europa

O dia internacional da mulher na fronteira entre a Grécia e a Macedónia

O dia internacional da mulher na fronteira entre a Grécia e a Macedónia

No Dia da Mulher vemos como sobrevivem as milhares de refugiadas que esperam, ao frio e à chuva, autorização para seguir caminho rumo a uma vida mais digna. Na fronteira entre a Grécia e a Macedónia, o 8 de Março foi apenas mais um dia de desespero.

  • Dia Internacional da Mulher
    5:04

    Edição da Manhã

    No Dia Internacional da Mulher falamos da igualdade no trabalho e no emprego. Joana Rabaça Gíria, presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, criada há 37 anos para tratar destas questões, esteve na Edição da Manhã.

  • Fotorreportagem dos jornalistas da Visão "Aqui Morreu uma Mulher" em exposição em Lisboa
    1:14

    País

    No Dia Internacional da Mulher foi inaugurada a exposição "Aqui Morreu uma Mulher", no Largo Camões, em Lisboa. O trabalho resulta de uma fotorreportagem dos jornalistas da Visão, Teresa Campos, e José Carlos Carvalho, que durante um ano percorreram os locais onde, em 2015, 28 mulheres foram mortas às mãos dos seus companheiros. A vítima mais velha tinha 84 anos, a mais nova apenas 23. Um dos objetivos da reportagem é alertar a sociedade para o drama e tentar com que estes casos sejam cada vez mais denunciados às autoridades.A exposição contou também com a presença do primeiro-ministro e da ministra da justiça. O governo diz que tusdo faraá para evitar novas vítimas de violências doméstica.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.