sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

John Kerry confiante sobre as conversações de paz na Síria

O secretário de Estado norte-americano John Kerry disse hoje que representantes dos Estados Unidos e da Rússia discutem neste sábado as violações do cessar-fogo na Síria, mas mostra-se convencido de que as conversações de paz se mantêm.

© Max Rossi / Reuters

"As nossas equipas vão encontrar-se hoje com a delegação da Rússia em Genebra e em Amã, onde vão analisar as alegações [sobre as violações do cessar-fogo], e eu estou a pedir um contacto com o ministro dos Negócios Estrangeiros [da Rússia] Sergei Lavrov ainda para hoje", disse Kerry, referindo-se às denúncias da oposição síria sobre a falta de respeito pelas tréguas que entraram em vigor no final de fevereiro.

O secretário de Estado norte-americano encontra-se de visita a King Khalid Military City, na Arábia Saudita, onde acompanha o processo sírio, visto que a próxima ronda de contactos em Genebra está agendada para segunda-feira.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres, os raides aéreos da aviação de Damasco mataram sete civis em Alepo, na sexta-feira.

De acordo com a organização não-governamental, tratou-se da "mais séria violação do cessar-fogo na cidade desde a entrada em vigor das tréguas entre a oposição e o Governo".

Mesmo assim, Kerry, que abordou a questão síria com o rei Salman da Arábia Saudita, está convencido de que as violações ao cessar-fogo firmado a 27 de fevereiro não devem anular as conversações de paz marcadas para o dia 14 de março e que vão ser conduzidas pelas Nações Unidas, em Genebra.

"O nível de violência, de acordo com todos os dados, reduziu 80 ou 90 por cento o que é muito significativo", afirmou Kerry.

"Nós acreditamos que o início das conversações, na próxima semana, em Genebra, representa o momento crítico para a promoção de uma resposta política no contexto das negociações. É um momento que todos esperamos", acrescentou.

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir sublinhou que "as pessoas encaram o futuro da Síria sem o presidente Bashar al-Assad".

O afastamento do presidente sírio tem sido abordado de forma constante pela oposição, mas Damasco já deixou claro que rejeita discutir o assunto.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Síria disse hoje em Damasco que as pressões para o afastamento do presidente Bashar al-Assada continuam a ser uma "linha vermelha" que pode comprometer as conversações de Genebra.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.