sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Portugal e República Checa discutiram crise dos refugiados em Praga

A secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, fez hoje um balanço "muito positivo" da visita de três dias que realizou à República Checa, destacando a questão dos refugiados entre as matérias discutidas com membros do Governo checo.

Arquivo

Arquivo

Sergey Ponomarev

"Recebemos o reconhecimento por parte da República Checa pela posição que Portugal tem na procura de uma solução europeia para o problema dos refugiados e, também, o apreço pela oferta que Portugal fez de poder receber um número mais alargado de refugiados", afirmou à agência Lusa Margarida Marques.

A visita teve início a 10 de março e terminou hoje, tendo permitido que a secretária de Estado portuguesa mantivesse encontros bilaterais com diversos membros do Governo checo, como o ministro responsável pelos Assuntos Europeus e pelo Comércio Externo, bem como o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros daquele país.

"A República Checa preside atualmente ao Grupo de Visegrado (Eslováquia, Hungria, Polónia e República Checa) e temos tido ao longo deste tempo no Conselho de Assuntos Gerais da União Europeia posições, nalguns casos, conjuntas. E é um país que tem similitudes com Portugal no contexto europeu", destacou a governante, apontando para a importância que a questão dos refugiados tem para os países daquela região.

A delegação portuguesa aproveitou a oportunidade para realizar durante a manhã deste último dia de visita um encontro com os embaixadores de Portugal nos países do Centro e Leste da Europa (República Checa, Eslováquia, Hungria, Polónia, Bulgária, Sérvia, Roménia, Croácia e Ucrânia), que decorreu na embaixada de Portugal na capital checa, Praga.

"A reunião com os embaixadores teve fundamentalmente como objetivo discutir estratégias regionais de estreita colaboração entre todos, a nível político, cultural e comercial, e também no que se refere às relações com as comunidades portuguesas nestes países", resumiu Margarida Marques.

Lusa