sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Primeiro navio com migrantes deixa Grécia rumo à Turquia

O primeiro navio que transportava migrantes deixou hoje a Grécia com destino para a Turquia, iniciando o controverso processo de reenvio criticado por grupos de direitos humanos, constatou um jornalista da AFP. O pequeno 'ferry' Levos partiu da ilha de Lesbos, devendo ser seguido em breve pelo grande 'catamaran' Nezli Jale, com centenas de pessoas a bordo.

© Giorgos Moutafis / Reuters

Autocarros que transportavam centenas de migrantes que devem ser expulsos para a Turquia chegaram na manhã de hoje aos portos das ilhas gregas de Lesbos e Chios, constataram jornalistas da AFP.

Outro navio turco em Chios estava pronto para o embarque dos migrantes que tinham sido escoltados pelos polícias da agência de vigilância das fronteiras externas da União Europeia (Frontex).

O primeiro grupo de migrantes reenviados para a Turquia é composto por 500 pessoas que estavam na Grécia, segundo informação na quinta-feira passada da AFP.

O transporte dos migrantes surge depois de um acordo entre a União Europeia e a Turquia, ao abrigo do qual todos os migrantes que cheguem irregularmente à Grécia devem ser reenviados para a Turquia.

Cerca de 1.662 migrantes chegaram à Grécia um dia depois da entrada em vigor no domingo do acordo UE-Turquia e que deveria travar as chegadas às ilhas gregas provenientes da Turquia, informou o Gabinete de Coordenação da Política Migratória na Grécia (SOMP).

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.