sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Alemanha deverá terminar em maio controlo nas fronteiras com Áustria

O ministro do Interior alemão, Thomas de Maizière, anunciou hoje, em Viena, que a Alemanha poderá eliminar em maio o controlo das fronteiras com a Áustria, introduzido em setembro por causa da crise de refugiados.

Migrantes atravessam a fronteira entre a Áustria e a Alemanha.

Migrantes atravessam a fronteira entre a Áustria e a Alemanha.

© Michaela Rehle / Reuters

Em entrevista à televisão pública austríaca ORF, o ministro alemão destacou que a chamada "rota dos Balcãs" fechou-se completamente, o que reduziu drasticamente o fluxo migratório.

"Segundo estimativas atuais, se os números se mantiverem tão baixos, não vamos prolongar os controlos fronteiriços além de 12 de maio", afirmou o ministro alemão.

A Alemanha controla a sua fronteira com a Áustria desde setembro de 2015 com o objetivo de fiscalizar o fluxo migratório dos milhares de refugiados provenientes do Médio Oriente.

Aquele controlo, que ocorreu em plena zona Schengen, espaço de livre circulação comunitária, provocou grandes esperas no trânsito entre ambos os países.

No início do ano, a Áustria decidiu definir um número máximo anual de 37.500 pessoas para acolhimento de refugiados, o que provocou o encerramento sucessivo de fronteiras ao longo da rota dos Balcãs.

Em março, chegaram apenas 20.000 refugiados à Alemanha, o número mais baixo desde o verão passado.

A Áustria recebeu o ano passado 90.000 refugiados, mais que a Alemanha, mas menos que a Suécia.

Na segunda-feira, entrou em vigor o acordo celebrado entre a União Europeia e a Turquia, que vai passar a receber refugiados e migrantes que chegam ilegalmente à Grécia.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.