sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Seis mil refugiados chegaram a Itália desde terça-feira

Mais de seis mil migrantes atravessaram o Mediterrâneo e chegaram a Itália desde terça-feira, informou hoje a Organização Internacional das Migrações (OIM), alertando que começou a "estação" das travessias.

© Antonio Parrinello / Reuters

Entre terça-feira e hoje, 6.021 migrantes fizeram a perigosa travessia do Mediterrâneo e chegaram à Europa. Só hoje de manhã chegaram 357 pessoas, disse um porta-voz da organização, Joel Millman, à imprensa em Genebra.

A esmagadora maioria chegou a Itália - 5.490 entre terça e quinta-feira e 357 hoje - e apenas 174 à Grécia.

"O pessoal da OIM falou com muitos dos migrantes e determinou que o ponto de partida de todos foi a Líbia. Muitos vêm da África subsaariana e registámos um aumento dos que vêm do Corno de África, em particular da Eritreia", indicou por seu turno, num comunicado, o diretor do gabinete de coordenação da OIM em Roma, Federico Soda.

"Para já, não é possível estabelecer uma relação entre o aumento das chegadas no Mediterrâneo central e o acordo União Europeia-Turquia ou o encerramento da rota dos Balcãs. A maioria das pessoas que chegam da Líbia são africanos, muito poucos sírios vieram da Líbia nos últimos meses", acrescentou.

O porta-voz indicou que, com o aumento das temperaturas que marca o início da "estação" das travessias, a Itália deverá continuar a registar números elevados de chegadas nas próximas semanas.

Desde o início de 2016, 177.200 pessoas chegaram à Europa através do Mediterrâneo, segundo a OIM. Quase 153.500 chegaram à Grécia e mais de 23.170 a Itália.

No mesmo período, 375 pessoas morreram ou desapareceram na rota marítima oriental (para a Grécia e Chipre) e 352 na rota central (para Itália), segundo a organização.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.