sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Seis mil refugiados chegaram a Itália desde terça-feira

Mais de seis mil migrantes atravessaram o Mediterrâneo e chegaram a Itália desde terça-feira, informou hoje a Organização Internacional das Migrações (OIM), alertando que começou a "estação" das travessias.

© Antonio Parrinello / Reuters

Entre terça-feira e hoje, 6.021 migrantes fizeram a perigosa travessia do Mediterrâneo e chegaram à Europa. Só hoje de manhã chegaram 357 pessoas, disse um porta-voz da organização, Joel Millman, à imprensa em Genebra.

A esmagadora maioria chegou a Itália - 5.490 entre terça e quinta-feira e 357 hoje - e apenas 174 à Grécia.

"O pessoal da OIM falou com muitos dos migrantes e determinou que o ponto de partida de todos foi a Líbia. Muitos vêm da África subsaariana e registámos um aumento dos que vêm do Corno de África, em particular da Eritreia", indicou por seu turno, num comunicado, o diretor do gabinete de coordenação da OIM em Roma, Federico Soda.

"Para já, não é possível estabelecer uma relação entre o aumento das chegadas no Mediterrâneo central e o acordo União Europeia-Turquia ou o encerramento da rota dos Balcãs. A maioria das pessoas que chegam da Líbia são africanos, muito poucos sírios vieram da Líbia nos últimos meses", acrescentou.

O porta-voz indicou que, com o aumento das temperaturas que marca o início da "estação" das travessias, a Itália deverá continuar a registar números elevados de chegadas nas próximas semanas.

Desde o início de 2016, 177.200 pessoas chegaram à Europa através do Mediterrâneo, segundo a OIM. Quase 153.500 chegaram à Grécia e mais de 23.170 a Itália.

No mesmo período, 375 pessoas morreram ou desapareceram na rota marítima oriental (para a Grécia e Chipre) e 352 na rota central (para Itália), segundo a organização.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01