sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Papa chegou a Lesbos

O Papa Francisco já chegou à ilha de Lesbos, na Grécia, para uma visita de solidariedade para com os migrantes e os refugiados.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

O chefe da Igreja Católica chegou ao aeroporto pouco depois das 8 da manhã. Foi recebido pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

Esta é também uma viagem ecuménica, que conta com o lider da Igreja Cristâ Ortodoxa e o Arcebispo de Atenas.

"É uma viagem um pouco diferente das outras. Uma viagem marcada pela tristeza, uma viagem triste", afirmou o papa durante o voo aos jornalistas. "Vamos testemunhar o pior desastre humanitário desde a Segunda Guerra Mundial. Vamos ver tantas pessoas que estão a sofrer, que estão a fugir e não sabem para onde".

"Também vamos a um cemitério, o mar. Tantas pessoas que nunca chegaram", afirmou ainda o papa Francisco.

Está prevista uma visita a um dos campos de refugaidos e a um centro de detenção. O Presidente da Grécia vai também acompanhar esta viagem.

Francisco tem apelado à Europa para não fechar as portas a quem fugiu da guerra e da miséria. Esta deslocação acontece numa altura em que há um aceso debate entre europeus sobre a política a adotar em relação ao fluxo de migrantes do Médio Oriente e de África, quando alguns países já ergueram barreiras nas fronteiras e rota dos Balcãs está encerrada, com as negociações em curso entre a Turquia e a União Europeia.

Última atualização às 9:20/Com Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.