sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Naufrágio mata 500 migrantes no Mediterrâneo provocado por excesso de carga

O naufrágio no Mediterrâneo que matou 500 migrantes ocorreu quando duas embarcações com refugiados se encontraram no mar para fazer o transbordo de pessoas da mais pequena para a maior, que não aguentou a carga, disse hoje fonte oficial.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Segundo Carlotta Sami, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) para a Europa do Sul, com base em Roma, a informação foi avançada pelos 41 sobreviventes do incidente ocorrido sexta-feira passada, resgatados sábado e desembarcados domingo, já em segurança, em Kalamata (Grécia).

O grupo de sobrevivente - 41 pessoas oriundas da Somália, Sudão e Etiópia (37 homens, três mulheres e uma criança de três anos) - estava integrado numa frágil embarcação que partiu de Tobruk (leste da Líbia) e que transportava entre 100 a 200 pessoas, indicou Carlotta Sami, citando depoimentos dos sobreviventes.

Já em pleno mar, a embarcação juntou-se a outra, aparentemente maior, já repleta de migrantes. Ao proceder-se ao transbordo dos migrantes da embarcação menor para a maior, esta não suportou o peso e acabou por adornar e afundar-se com cerca de 500 pessoas.

Grande parte dos sobreviventes estava na embarcação mais pequena e não chegou a embarcar na maior, indicou Carlotta Sami, acrescentando que os que permaneceram no barco menor ainda conseguiram ajudar alguns migrantes que estavam dentro de água.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52