sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Naufrágio mata 500 migrantes no Mediterrâneo provocado por excesso de carga

O naufrágio no Mediterrâneo que matou 500 migrantes ocorreu quando duas embarcações com refugiados se encontraram no mar para fazer o transbordo de pessoas da mais pequena para a maior, que não aguentou a carga, disse hoje fonte oficial.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Segundo Carlotta Sami, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) para a Europa do Sul, com base em Roma, a informação foi avançada pelos 41 sobreviventes do incidente ocorrido sexta-feira passada, resgatados sábado e desembarcados domingo, já em segurança, em Kalamata (Grécia).

O grupo de sobrevivente - 41 pessoas oriundas da Somália, Sudão e Etiópia (37 homens, três mulheres e uma criança de três anos) - estava integrado numa frágil embarcação que partiu de Tobruk (leste da Líbia) e que transportava entre 100 a 200 pessoas, indicou Carlotta Sami, citando depoimentos dos sobreviventes.

Já em pleno mar, a embarcação juntou-se a outra, aparentemente maior, já repleta de migrantes. Ao proceder-se ao transbordo dos migrantes da embarcação menor para a maior, esta não suportou o peso e acabou por adornar e afundar-se com cerca de 500 pessoas.

Grande parte dos sobreviventes estava na embarcação mais pequena e não chegou a embarcar na maior, indicou Carlotta Sami, acrescentando que os que permaneceram no barco menor ainda conseguiram ajudar alguns migrantes que estavam dentro de água.

Lusa

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.