sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

PR diz que Portugal quer ir o mais longe possível no acolhimento de refugiados

O Presidente da República afirmou hoje que um "ponto fundamental de unidade" em Portugal é "o desejo de ir o mais longe possível no acolhimento dos refugiados", antecipando que o número de acolhidos vai aumentar nos próximos tempos.

ANT\303\223NIO COTRIM

A crise dos refugiados foi um dos temas da conferência de imprensa após um encontro de Marcelo Rebelo de Sousa com o homólogo polaco, Andrzej Duda, que está a realizar uma visita de trabalho a Portugal, tendo o chefe de Estado recordado a disponibilidade do país para receber até 10 mil refugiados.

"Infelizmente, não por vontade nem do Estado português nem da sociedade civil, o número de refugiados acolhidos tem sido inferior, mas vai aumentar nas próximas semanas e meses porque esse é um ponto fundamental de unidade na nação portuguesa: o desejo de ir o mais longe possível no acolhimento dos refugiados", assegurou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República aproveitou ainda para sublinhar, "com apreço", o reconhecimento feito pelo presidente polaco nessa mesma conferência de imprensa "da importância do papel da Europa em relação aos refugiados, na linha do pensamento do papa Francisco".

"E a importância da fronteira sul da Aliança Atlântica no quadro da reflexão da próxima cimeira em julho e também a importância de respeitar princípios fundamentais da União Europeia de circulação de pessoas no quadro da defesa das fronteiras na Europa", destacou ainda.

Marcelo Rebelo de Sousa saudou o presidente de "um país amigo", sublinhando as relações "culturais e económicas muito fortes entre Portugal e a Polónia".

"Acompanhamos a riquíssima história da Polónia desde sempre e acompanhamos na história recente o caminho para a democracia e a sua constitucionalização, bem como a integração na União Europeia", destacou.

O chefe de Estado português realçou ainda os "muitos laços em comum no quadro da União Europeia e no quadro da Aliança Atlântica" existentes entre os dois países.

Os presidentes português e polaco tiveram hoje um encontro em Belém, antecedido pela habitual fotografia oficial e por um passeio pelos jardins do Palácio.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.