sicnot

Perfil

Crise Migratória na Europa

Marinha italiana resgata 283 migrantes de bote de borracha ao largo da Líbia

Marinha italiana resgata 283 migrantes de bote de borracha ao largo da Líbia

Com o bom tempo, os resgates de migrantes continuam a um ritmo diário no Mediterrâneo. A marinha italiana avistou e prestou auxílio a um grupo de 283 refugiados que seguia à deriva ao largo da costa da Líbia. No bote de borracha sobrelotado havia 72 crianças.

Estas são as imagens da operação de salvamento, divulgadas esta sexta-feira pela marinha italiana.

Esta semana, a Organização Internacional para as Migrações atualizou os números da entrada de refugiados na Europa pelo mar em 2016 e foram já mais de 181 mil migrantes. O registo de mortos já vai em 1232.

  • Guarda costeira italiana resgata 110 imigrantes no mar perto do sul da Sicília
    0:31

    Mundo

    A guarda costeira italiana resgatou 110 imigrantes no mar, perto do sul da Sicília. O vídeo da operação de resgate mostra o barco a ser intercetado. Foram os pescadores que alertaram as autoridades. Entre o grupo estavam imigrantes sírios, afegãos e iraquianos e ainda três supostos traficantes. Só este ano, mais de 100 mil imigrantes ilegais chegaram a Itália, de barco, vindos do norte de África. O Governo de Roma anunciou no mês passado que vai encerrar a missão marítima de resgate, para dar lugar a uma operação em menor escala supervisionada pela União Europeia.

  • Marinha resgata 89 imigrantes encontrados num bote à deriva no Mediterrâneo
    0:38

    País

    Um navio da Marinha de Guerra portuguesa resgatou 89 imigrantes ilegais no Mediterrâneo. A operação, que se realizou na última madrugada, decorreu ao largo da Líbia.Os imigrantes, de várias nacionalidades, estavam à deriva num bote de borracha. O navio português está a participar numa missão europeia de controlo de fluxos migratórios a sul da Sicília. É a terceira operação de salvamento que efetua nos últimos dez dias.

  • Força Aérea resgata pescador desportivo em Sagres
    0:32

    País

    A Força Aérea resgatou esta quinta-feira um pescador desportivo, ferido num rochedo em Sagres. O helicóptero Merlin voou a partir da base áerea do Montijo para salvar um homem que tinha caído. A vítima estava com um traumatismo craniano e na coluna vertebral, e sinais de hipotermia agravada. Foi transportado para o aeroporto de Faro, de onde seguiu para o hospital local. Desconhecem-se as causas do acidente. Antes, o Instituto de Socorros a Náufragos já tinha resgatado outros dois pescadores

  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.