sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Naufrágio ao largo da Líbia causa 84 desaparecidos

O naufrágio de um barco pneumático com migrantes, ao largo da Líbia, levou ao desaparecimento de 84 dos seus ocupantes, segundo testemunhos de outros 26 que foram recolhidos por uma embarcação, informa uma entidade internacional.

© Handout . / Reuters

O porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Flavio Di Giacomo, publicou na sua conta 'Twitter' que "26 migrantes [foram] salvos no mediterrâneo depois de um naufrágio: segundo testemunhas recolhidas pela OIM, 84 pessoas estão desaparecidas".

A agência noticiosa France Presse (AFP), que divulgou a informação, não conseguiu contactar Flavio Di Giacomo, mas as autoridades italianas receiam o desaparecimento de dezenas de pessoas depois do naufrágio desta embarcação, na sexta-feira, a cerca de quatro milhas (7,4 quilómetros) ao largo da cidade líbia Sabrata.

Um cargueiro italiano conseguiu salvar 26 pessoas, que vinham naquela embarcação, precisaram hoje elementos da guarda costeira italiana que alertaram para a situação.

O mar agitado, com vagas de cerca de dois metros, dificultou a procura de eventuais desaparecidos e o cargueiro seguiu para norte, fora de águas territoriais libanesas, para transferir os 26 resgatados para dois barcos da guarda costeira italiana.

Estes dirigiram-se à ilha de Lampedusa, entre a Líbia e a Sicília, onde a OIM recolheu os primeiros testemunhos.

Mais de 26 mil migrantes chegaram a costas italianas, desde o início do ano, a maioria recuperada no mar por navios italianos ou de outros países.

Lusa

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.