sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Naufrágio ao largo da Líbia causa 84 desaparecidos

O naufrágio de um barco pneumático com migrantes, ao largo da Líbia, levou ao desaparecimento de 84 dos seus ocupantes, segundo testemunhos de outros 26 que foram recolhidos por uma embarcação, informa uma entidade internacional.

© Handout . / Reuters

O porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Flavio Di Giacomo, publicou na sua conta 'Twitter' que "26 migrantes [foram] salvos no mediterrâneo depois de um naufrágio: segundo testemunhas recolhidas pela OIM, 84 pessoas estão desaparecidas".

A agência noticiosa France Presse (AFP), que divulgou a informação, não conseguiu contactar Flavio Di Giacomo, mas as autoridades italianas receiam o desaparecimento de dezenas de pessoas depois do naufrágio desta embarcação, na sexta-feira, a cerca de quatro milhas (7,4 quilómetros) ao largo da cidade líbia Sabrata.

Um cargueiro italiano conseguiu salvar 26 pessoas, que vinham naquela embarcação, precisaram hoje elementos da guarda costeira italiana que alertaram para a situação.

O mar agitado, com vagas de cerca de dois metros, dificultou a procura de eventuais desaparecidos e o cargueiro seguiu para norte, fora de águas territoriais libanesas, para transferir os 26 resgatados para dois barcos da guarda costeira italiana.

Estes dirigiram-se à ilha de Lampedusa, entre a Líbia e a Sicília, onde a OIM recolheu os primeiros testemunhos.

Mais de 26 mil migrantes chegaram a costas italianas, desde o início do ano, a maioria recuperada no mar por navios italianos ou de outros países.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43