sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima portuguesa resgata 2.952 migrantes em sete meses

A equipa da Polícia Marítima (PM) portuguesa, que se encontra na ilha grega de Lesbos, informou hoje ter resgatado em segurança e transportado para terra 2.952 imigrantes/refugiados, entre 01 de outubro de 2015 e 05 de maio.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Giorgos Moutafis / Reuters

Das 2.952 pessoas resgatadas, 806 eram bebés e crianças e 637 mulheres, refere a polícia em comunicado.

Há ainda a registar cinco pessoas recuperadas já mortas e cinco facilitadores detidos.

Integrada na missão da agência Frontex Poseidon Rapid Intervention, a colaborar no controlo de fronteiras da União Europeia, a equipa da PM realizou, em igual período, 71 missões de busca e salvamento, contabilizando 1.305 horas de navegação e 7.200 milhas náuticas efetuadas.

Durante o mesmo período, prestou apoio a 200 embarcações, assim como a mais de 10 mil imigrantes/refugiados.

Segundo a PM, a equipa portuguesa encontrou, na maioria das vezes, cenários de grande stress, botes e embarcações sobrelotadas, sem condições de navegabilidade e em perigo iminente de naufrágio.

"As pessoas resgatadas procuravam desesperadamente chegar à Grécia, mesmo sem quaisquer condições de segurança, muitas delas sem coletes salva-vidas, totalmente molhadas e correndo sérios riscos de entrada em hipotermia. Os casos mais graves são dos bebés e crianças cuja resistência ao frio é muito menor e a quem, a PM deu especial atenção", relata.

Entretanto, desde 28 de março encontra-se a operar em Molivos, uma Viatura de Vigilância Costeira (VVC), com o objetivo de reforçar a capacidade operacional da PM, ao garantir a vigilância costeira da área de operações em simultâneo e em coordenação com as embarcações Tejo e Arade. A VVC efetuou já 225 horas de missão e controlou mais de 380 alvos.

Este reforço, diz a PM, em muito tem contribuído para o sucesso no controlo da fronteira da União Europeia na zona da sua responsabilidade, constituindo-se como um elemento dissuasor para facilitadores que operam na área.

A equipa é composta por 11 agentes da PM, um técnico para o apoio e a manutenção das embarcações e um técnico para a manutenção da componente elétrica e eletrónica da VVC.

A PM portuguesa vai o seu apoio à guarda-costeira grega, com a finalidade de cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, integrada na missão da Frontex, até 30 de setembro de 2016.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.