sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UNICEF pede à UE prioridade à proteção das crianças refugiadas

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) pediu hoje à União Europeia (UE) que dê prioridade à proteção dos interesses e direitos das crianças, no processo de revisão do sistema europeu de asilo.

© Marko Djurica / Reuters

A Comissão Europeia apresentou na quarta-feira ao Conselho Europeu e ao Parlamento Europeu uma proposta de revisão do sistema de asilo, o chamado Regulamento de Dublin, que permita dar resposta à atual crise migratória.

Segundo a UNICEF, "400.000 crianças requereram asilo na Europa entre janeiro e novembro de 2015".

"Para que o sistema comum de asilo da Europa seja verdadeiramente humano, justo e eficiente, a proteção das crianças deve ser uma prioridade central", lê-se num comunicado da agência da ONU emitido na quarta-feira Bruxelas e divulgado hoje pela UNICEF Portugal.

A organização destaca a necessidade de as decisões sobre o pedido de asilo serem tomadas "atempadamente para evitar a exposição das crianças a diversos riscos" e, referindo que atualmente podem decorrer 11 meses entre a chegada da criança e a sua transferência para o país de acolhimento, recomenda um prazo limite de três meses.

As crianças devem ainda, segundo a organização, ser informadas no prazo de 72 horas do direito a pedirem proteção internacional e de como devem fazê-lo, independentemente de estarem ou não acompanhadas por familiares.

A UNICEF defende ainda uma "aplicação harmonizada do princípio do interesse superior da criança não acompanhada", com todos os Estados a aplicarem os mesmos critérios, e a disponibilização de mais recursos e profissionais para "a nomeação imediata de um tutor que proteja, oriente e apoie adequadamente" a criança.

"Nenhuma criança deve ser detida enquanto aguarda pela sua transferência", sublinha, recomendando que todas as crianças sejam encaminhadas para "alojamento adequado à sua idade", nomeadamente através de alternativas envolvendo a comunidade.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.