sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Dezenas de desaparecidos em naufrágio ao largo da Líbia

Dezenas de pessoas estão desaparecidas após o naufrágio de uma embarcação de pesca que transportava migrantes, esta sexta-feira ao largo da Líbia, o terceiro acidente em três dias, anunciaram os serviços de emergência italianos.

A guarda costeira italiana enviou embarcações para a zona na sequência de um pedido de socorro que referia a existência de "350 pessoas no mar". Fonte da Marinha disse à agência noticiosa France-Presse ter resgatado 130 sobreviventes e que as operações de busca prosseguem no local.

Nos últimos quatro dias, mais de 10 mil migrantes foram resgatados ao largo da Líbia, e esta sexta-feira já foram sinalizadas mais de 15 embarcações em perigo.

Na quarta-feira, o naufrágio de um grande arrastão sobrelotado causou cinco mortes e uma centena de desaparecidos. Dos cerca de 550 sobreviventes, a maioria relatou ter perdido um membro da família ou um companheiro de viagem no acidente.

Na quinta-feira, um outro naufrágio na zona fez entre 20 e 30 mortos, de acordo com o porta-voz da operação Sophia, a força naval europeia anti-tráfico de migrantes.

Se o afluxo desta semana é excecional, as chegadas registadas desde o início do ano na península estão ao nível dos dois últimos anos, ou até um pouco abaixo.

De acordo com números oficiais, até à passada quarta-feira chegaram a Itália 37.785 pessoas, desde o início do ano.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.