sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Turquia ameaça suspender acordo com UE sobre migrantes se isenção de vistos não for autorizada

Ancara vai abandonar o acordo com a União Europeia para reduzir o fluxo de migrantes se os seus cidadãos não tiverem isenção de vistos para o espaço europeu de livre circulação (espaço Schengen), alertou o ministro dos Negócios Estrangeiros.

Mevlut Cavusoglu disse ser "impossível" para Ancara alterar as leis antiterrorismo que Bruxelas deseja ver estreitadas e que impõe como uma das condições para a liberalização dos vistos

Mevlut Cavusoglu disse ser "impossível" para Ancara alterar as leis antiterrorismo que Bruxelas deseja ver estreitadas e que impõe como uma das condições para a liberalização dos vistos

© POOL New / Reuters

Mevlut Cavusoglu disse ser "impossível" para Ancara alterar as leis antiterrorismo que Bruxelas deseja ver estreitadas e que impõe como uma das condições para a liberalização dos vistos.

"Já lhes dissemos 'Não vos estamos a ameaçar' mas há uma realidade. Assinámos dois acordos [com a União Europeia] e os dois estão interligados", disse Cavusoglu, em declarações aos jornalistas na cidade turca de Antalya.

"Isto não é uma ameaça mas é necessário para um acordo", afirmou.

Segundo Cavusoglu, a Turquia irá recorrer a medidas "administrativas" para bloquear o acordo, se necessário.

Os líderes europeus insistem que a Turquia tem de cumprir 72 condições antes de ter direito a isenção de visto para os seus cidadãos, incluindo alterar a sua definição de 'terrorismo' de modo a deixar de abranger académicos e jornalistas, por vezes acusados de "propaganda terrorista".

"De que definição estão a falar? Cada país na Europa tem uma definição diferente de terrorismo", disse o ministro.

O acordo UE-Ancara, fechado a 18 de março e negociado para travar a vaga migratória através do mar Egeu, prevê que todos os migrantes que tenham entrado ilegalmente na Grécia desde 20 de março sejam devolvidos para o território turco. O protocolo prevê ainda a abertura de novos capítulos nas negociações para a adesão turca à UE.

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.