sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 250 migrantes resgatados ao largo da ilha de Creta

Em desenvolvimento

Um barco que transportava centenas de pessoas naufragou hoje junto a Creta, a ilha mais a sul do arquipélago grego. Está em curso uma grande operação de resgate, anunciou a guarda-costeira da Grécia. Mais de 250 pessoas foram salvas.

Um porta-voz da polícia guarda-costeira disse que os sobreviventes foram resgatados por, pelo menos, quatro barcos que se encontravam na zona.

"A operação de resgate em curso está centrada a 75 milhas a sul da ilha de Creta e desconhece-se para já o número de migrantes em perigo", disse a mesma fonte.

A guarda-costeira tinha avançado anteriormente com a possibilidade de serem centenas os migrantes que se encontravam no barco que se virou.

A embarcação, de 25 metros de comprimento, foi avistado por um navio de passageiros que estava na zona e que deu o alerta, tendo depois a guarda-costeira enviado para o local dois barcos-patrulha, um avião e um helicóptero.

Em fuga da guerra, milhares de migrantes, a maioria sírios, enfrentam o mar em frágeis embarcações para fazer a curta mas perigosa travessia da Turquia para as ilhas gregas. Uma forma de alcançarem a Europa e escaparem à miséria.

Esta quarta-feira, Creta recebeu um grupo de 113 migrantes, a maioria afegãos. Desde o início da crise migratória, este foi o grupo mais numeroso a conseguir alcançar esta ilha grega.

As condições climatéricas mais favoráveis, bem como a acalmia do Mar Mediterrâneo, têm contribuído para que mais pessoas arrisquem também a travessia para Itália a partir da Líbia, onde domina o negócio de transporte marítimo ilegal.

Com Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.