sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Médicos Sem Fronteiras resgatam 2.028 pessoas do mar Mediterrâneo em menos de 36 horas

A organização não governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) resgatou 2.028 pessoas do mar Mediterrâneo em menos de 36 horas, na quinta-feira e hoje, com recurso a três embarcações, segundo um comunicado de imprensa.

© Reuters Photographer / Reuter

A ONG afirmou que entre as pessoas salvas muitas eram mulheres e crianças, entre as quais um bebé com cerca de duas semanas.

Uma das embarcações de salvamento, "Bourbon Argos", começou a operação após ter recebido uma chamada do Centro de Coordenação de Busca e Resgate Marítimo de Roma às 03:30 de quinta-feira e, em poucas horas, salvou 1.139 pessoas que se faziam transportar em nove botes.

Citado no comunicado, Sebastien Stein, coordenador de operações do "Bourbon Argos" relatou o sucedido: "Um dos barcos estava a vir na nossa direção, lotado de pessoas em estado de pânico. Saltaram para o nosso bote e ainda tivemos de resgatar pessoas da água".

"Nunca vimos tanta gente apertada no Bourbon Argos", acrescentou.

O comunicado acrescenta que o coordenador-geral dos MSF na Itália, Tommaso Fabbri acusou os líderes europeus de não ajudarem a criar uma vida melhor para os que procuram entrar na Europa: "Líderes europeus continuam a procurar meios de enviar essas pessoas, e o seu sofrimento, de volta aos países de onde saíram".

A ONG iniciou as suas operações de resgate a 21 de abril e já resgatou do mar mais de 5.600 pessoas.

Desde 2014, mais de dez mil pessoas morreram ao tentarem atravessar o mar Mediterrâneo para chegar à Europa, segundo dados divulgados este mês pelas Nações Unidas.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.