sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Croácia ergue muro de metal na fronteira com a Sérvia

As autoridades croatas ergueram hoje um "muro de separação" de metal na fronteira com a Sérvia em Bezdan-Batina e bloquearam a circulação na ponte sobre o Danúbio que une os dois Estados balcânicos.

Vlaho Orepic, ministro do interior croata.

Vlaho Orepic, ministro do interior croata.

© Antonio Bronic / Reuters

O pretexto invocado, segundo a radiotelevisão pública croata HRT, relaciona-se com a presença de cerca de 700 refugiados em Sombor, na Sérvia, a uma dezena de quilómetros da fronteira. A informação não foi confirmada pelos media sérvios, e desmentida por testemunhas no local.

"Adotámos medidas técnicas por razões de pura prevenção", para "impedir a entrada na Croácia a todos os que pretendessem fazê-lo", anunciou o ministro do Interior croata, Vlaho Orepic, em declarações ao diário 24sata.

Orepic acrescentou que as medidas de prevenção foram adotadas ao "ser detetado um aumento do número de refugiados que passam da Sérvia para a Hungria".

O ministro indicou que esta barreira de metal, com 11 metros de comprimento e dois metros de altura não significa o encerramento da fronteira mas antes uma medida de prevenção "para poder reagir rapidamente em caso de necessidade".

A polícia croata referiu-se ao artigo 7 (Jornal oficial 83/13) sobre a vigilância das fronteiras que autoriza a colocação de obstáculos técnicos "para evitar eventuais tentativas de entradas ilegais na República da Croácia", mas precisando que de momento a segurança não está ameaçada.

Esta é a primeira vez que a Croácia, Estado-membro da União Europeia desde julho de 2013, constrói um "muro" na sua fronteira comum com a Sérvia.

Um contingente policial foi enviado para Batina para travar o tráfico de imigrantes, segundo a versão oficial. Em paralelo, na Hungria, patrulhas de soldados armados circulavam em camiões militares ao longo da fronteira com a Sérvia.

Cerca de 700 refugiados estão registados na Voivodina, a província autónoma do norte da Sérvia, onde se incluem 40 por cento de menores, com 300 acolhidos num campo em Subotica e 50 em Sombor.

Mais de meio milhão de refugiados atravessaram a Croácia desde outono de 2015 até ao início de março, quando a Áustria, Eslovénia, Croácia, Sérvia e Macedónia chegaram a acordo para travar este fluxo, e que implicou o encerramento imediato da fonteira entre a Grécia e a Macedónia.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.