sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima resgata 3.125 migrantes e refugiados em nove meses de missão na Grécia

A equipa da Polícia Marítima resgatou 3.125 migrantes e refugiados, 823 dos quais bebés e crianças, em nove meses de missão na Grécia, no âmbito de uma operação da agência europeia Frontex, anunciou hoje a instituição.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

Em comunicado, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) adianta que a Polícia Marítima (PM), que se encontra desde 01 de outubro de 2015 na ilha grega de Lesbos, integrada numa missão da agência Frontex, resgatou em segurança e transportou para terra 3.215 migrantes e refugiados do mar Egeu.

Segundo a AMN, a equipa da PM realizou, entre 01 de outubro e 30 de junho, 79 missões de busca e salvamento, prestou primeiros-socorros a 16 migrantes e recuperou do mar 16 pessoas sem vida.

Em nove meses, a PM deteve cinco facilitadores, realizou 9.600 milhas náuticas, apoiou 220 embarcações, apoiou mais de mil migrantes e refugiados e a viatura de vigilância costeira controlou mais de mil alvos.

A AMN adianta que, dos 3125 migrantes e refugiados resgatados, 823 eram bebés e crianças e 678 eram mulheres.

A missão da PM, que visa o controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas, tem assumido essencialmente um carácter de busca e salvamento e de ajuda humanitária aos migrantes e refugiados que diariamente cruzam as águas do mar Egeu, realizando a travessia entre a Turquia e a Grécia.

A AMN refere que a equipa da PM encontrou, na maior parte das vezes, "cenários de grande stress, botes e embarcações sobrelotadas, sem condições de navegabilidade e em perigo eminente de naufrágio".

As pessoas resgatadas procuravam "desesperadamente chegar à Grécia, mesmo sem quaisquer condições de segurança, muitas delas sem coletes salva-vidas, totalmente molhadas e correndo sérios riscos de entrada em hipotermia", acrescenta.

Segundo a AMN, a equipa de resgate portuguesa distribui, sempre que necessário, aos refugiados e migrantes, mantas térmicas para combater os efeitos de exposição ao frio, águas, bolachas e chocolates, sendo os casos mais graves os bebés e crianças.

A equipa da Polícia Marítima, composta por agentes da PM, um técnico para o apoio e a manutenção das embarcações e outro para a manutenção da componente elétrica da Viatura de Vigilância Costeira (VVC), está no Mar Egeu no âmbito de uma operação da Agência Europeia da Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (Frontex).

A operação, denominada "Poseidon Sea 2015", tem "o objetivo de cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço".

A PM vai manter o seu apoio à guarda-costeira Grega até 30 de setembro.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi o deputado eleito pelo círculo de Braga. Agora vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Esta saída pode colocar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.