sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Eurodeputado polaco paga multa por declarações racistas

Janusz Korwin-Mikkem, um deputado polaco de extrema-direita, foi hoje punido pelo Parlamento Europeu por declarações racistas. Korwin-Mikkem afirmou o mês passado que a chegada em massa de migrantes à Europa foi comparável a um "derrame de excrementos".

© Agencja Gazeta / Reuters

O eurodeputado, de 73 anos, terá de pagar uma multa de cerca de 3 mil euros e ficará suspenso da atividade parlamentar durante cinco dias em setembro, anunciou no hemiciclo o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.

"Decidi impor uma punição a este deputado pela sua declaração inaceitável relativa a migrantes africanos" no passado dia 07 de junho, afirmou.

Tudo aconteceu durante um debate numa sessão plenária dedicada à crise migratória. Janusz Korwin-Mikke declarou que a Europa estava "inundada pelo derrame de excrementos africanos", pedindo para se "parar de dar subsídios" aos migrantes para "os forçar a trabalhar".

Já não é a primeira vez que o deputado faz declarações racistas. Em julho de 2014 já tinha suscitado a indignação, comparando os jovens desempregados a "negros", enquanto que em outubro de 2015 fez a saudação nazi no hemiciclo do parlamento europeu.

Com Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.