sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 3 mil migrantes resgatados do Mediterrâneo em dois dias

Marinha Italiana

A marinha italiana resgatou do mar Mediterrâneo cerca de 2900 migrantes em várias operações de salvamento desde 31 de julho, com a colaboração da guarda costeira, um navio da marinha alemã e vários barcos privados. De acordo com o último balanço da Organização Internacional para as Migrações (OIM), este ano já morreram 4.027 migrantes, 75% no Mediterrâneo.

A maioria dos migrantes resgatados no canal da Sicília eram provenientes da Líbia. A Itália tem sido o país na linha da frente da crise migratória onde, desde 2014, já chegaram mais de 400 mil migrantes ou refugiados de barco.

Há outros milhares que não chegam às costas europeias. Segundo o último balanço da Organização Internacional para as Migrações, este ano já morreram 4.027 migrantes, 3 mil no Mediterrâneo.

Na Líbia, a OIM dá conta de que vários corpos têm dado à costa. Nos últimos 10 dias, o total ascende a 120.

4.027 mortes entre 1 de janeiro e 31 de julho

O total de 4.027 mortes entre 1 de janeiro e 31 de julho últimos inclui as pessoas que tentaram a travessia do Mediterrâneo, assim como aquelas que morreram nas rotas do norte de África e na fronteira entre a Síria e a Turquia, especificou a organização com sede em Genebra, na Suíça.

Mais de 3.100 pessoas morreram no Mediterrâneo desde o início de janeiro deste ano. Nesta travessia, a rota mais mortífera foi a da passagem para Itália, que custou 2.692 vidas, seguida das rotas com destino à Grécia (383 mortes) e Espanha (45).

A OIM atualizou hoje o número de mortes, depois de mais 33 corpos terem sido resgatados nos últimos dias ao largo da costa líbia, junto à cidade de Sabratha, onde 120 corpos foram trazidos pelo mar nos últimos 10 dias.

Nem a OIM nem a guarda costeira líbia avançaram pormenores sobre se as mortes resultaram do afundamento de uma ou mais embarcações.

Joel Millman, porta-voz da OIM, indicou que as pessoas mortas estariam a tentar a travessia do Mediterrâneo em direção a Itália.

A seguir ao Mediterrâneo, o norte de África tem sido o palco do maior número de mortes este ano (342). Muitos migrantes em deslocação pelas estradas da região têm sido mortos por traficantes ou pelas "autoridades nacionais", indicou a OIM, alertando para o aumento das mortes violentas nesta rota.

O número de mortes resultantes de ataques a migrantes e refugiados sírios em trânsito em direção à Turquia também aumentou.

A OIM diz que 64 sírios em busca de asilo foram mortos por guardas fronteiriços turcos desde o início do ano.

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.