sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Presidente checo opõe-se a "qualquer acolhimento de migrantes"

Reuters

​O Presidente checo, Milos Zeman, opõe-se ao projeto do Governo de acolher, até 2017, cerca de 2.700 refugiados que atualmente se encontram em países mediterrânicos por temer ataques terroristas, anunciou o seu porta-voz.

"O Presidente opõe-se a qualquer acolhimento de migrantes em território checo. O nosso país não pode permitir-se correr o risco de ataques terroristas como aqueles que foram perpetrados em França e na Alemanha", afirmou Jiri Ovcacek.

"Dito de outra forma, ao acolher migrantes, criaríamos um ambiente propício a ataques terroristas no território da República Checa", prosseguiu Ovcacek, em conferência de imprensa transmitida em direto pela televisão pública CT 24.

A República checa deveria receber, no total, 2.691 refugiados até 2017, segundo o Governo tripartido de centro-esquerda do primeiro-ministro social-democrata, Bohuslav Sobotka.

Numa primeira fase, o executivo comprometeu-se voluntariamente a acolher 1.100 refugiados provenientes de Itália e da Grécia, no âmbito do programa de relocalização. Esse número foi posteriormente revisto em alta, passando para 2.691 pessoas.

O afluxo de migrantes à Europa é "absolutamente incontrolável e descontrolado", afirmou Ovcacek, em resposta à pergunta de uma jornalista sobre se o Presidente estava disposto a receber aqueles refugiados que fugiram à guerra e já se encontram na Europa.

"É preciso admitir, e vemo-lo também na Alemanha, que não somos capazes de distinguir entre os migrantes económicos e os refugiados [que fogem de uma situação] de guerra", disse o porta-voz.

Conhecido pela sua hostilidade à imigração, Milos Zeman tinha já criticado no domingo a política da mão estendida aos refugiados preconizada pela chanceler alemã, Angela Merkel, chegando mesmo a classificá-la como "destituída de sentido".

"Penso que a chanceler deveria mudar de opinião. Deveria reconhecer que a 'Wilkommenskultur' ('cultura de boas-vindas') se revelou destituída de sentido e que a Alemanha não é capaz de absorver uma tal quantidade de refugiados, sobretudo havendo 'jihadistas' entre eles", disse o chefe de Estado checo.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.