sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Campo de migrantes em Calais vai ser desmantelado

O gigantesco bairro da lata conhecido como "A Selva", situado perto de Calais, norte de França, que alberga quase 7.000 migrantes que esperam chegar ao Reino Unido, vai ser gradualmente desmantelado, anunciou na quinta-feira o ministro do Interior francês.

Bernard Cazeneuve disse ao jornal regional Nord Littoral que vai avançar para o seu encerramento "com grande determinação", desmantelando o espaço em fases enquanto são criados novos alojamentos para os migrantes noutras zonas de França, de modo a "desbloquear Calais".

As autoridades francesas tentaram várias vezes encerrar o campo, que dizem albergar cerca de 7.000 migrantes, o que representa um acentuado aumento nos últimos meses.

Algumas organizações humanitárias colocam o número perto dos 10.000.

No campo há muitos afegãos, somalis, sudaneses e curdos, entre outros requerentes de asilo.

Os migrantes juntam-se em Calais na esperança se conseguirem atravessar clandestinamente o canal para o Reino Unido.

Desde outubro do ano passado que mais de 5.000 requerentes de asilo deixaram a cidade do norte de França rumo a 161 centros especiais espalhados por todo o país.

Vagas para mais 8.000 requerentes de asilo vão ser criadas este ano e para outros milhares em 2017, intensificando os esforços para que as pessoas concentradas em Calais partam voluntariamente, disse Cazeneuve.

Atualmente há um número recorde de polícias, 1.900, a trabalhar em Calais, e Cazeneuve informou que outros 200 vão juntar-se ao contingente para "reforçar a luta" contra os migrantes que entram clandestinamente em camiões com destino ao Reino Unido.

O ministro disse ainda que o Presidente François Hollande vai visitar Calais no final deste mês.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.