sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE diz que não haverá repetição de 2015 no que toca à chegada de migrantes

A União Europeia (UE) reafirmou esta segunda-feira nas Nações Unidas o objetivo de reforçar as suas fronteiras externas e garantiu que não se repetirá um ano como 2015, com um número recorde de chegadas de migrantes.

"Hoje a União Europeia tem um objetivo claro: restaurar a ordem nas suas fronteiras exteriores", disse o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, ao intervir na cimeira sobre refugiados e migrações organizada pela ONU.

Para Tusk, a reunião de alto nível deve representar uma mudança, rumo a "enfoque pragmático" e a um sistema internacional com movimentos de população "mais ordenados", na qual a responsabilidade seja repartida e "ninguém tenha de assumir a carga sozinho".

O responsável europeu deixou clara a vontade da Europa de "reduzir os fluxos irregulares" de migrantes que chegam aos países que integram a UE e assegurou que os Estados-membros estão unidos nessa postura.

"Não haverá uma repetição do ano de 2015, com mais de 1,5 milhões de migrantes irregulares", garantiu Tusk.

Paralelamente, afirmou que os países europeus estão preparados para aumentar a ajuda humanitária e ajuda ao desenvolvimento não só para os refugiados como para as comunidades que os acolham.

Nesse sentido, recordou que a UE está a finalizar acordos com a Jordânia e o Líbano, que se está a trabalhar em novas formas de cooperação com países africanos e que continuará a colaborar com a Turquia e os países dos Balcãs.

"A migração global vai acompanhar-nos no futuro e está na nossa mão decidir se o nosso futuro será ordenado, estável e seguro ou desordenado, instável e inseguro", salientou.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.