sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Muro de Calais começa a ser construído

As obras de construção do muro destinado a impedir o acesso ao porto de Calais (norte de França), principalmente por migrantes que querem chegar ao Reino Unido, arrancaram esta terça-feira, noticiou a agência de notícias France Presse.

Os operários começaram hoje a preparar o betão para erguer um muro "anti-intrusão" e "antirruído" de quatro metros de altura, que deverá estender-se um quilómetro para cada lado da estrada que dá acesso ao porto de Calais, a algumas centenas de metros da "Selva", um bairro da lata onde vivem entre sete e dez mil migrantes, segundo as fontes.

Os trabalhos começaram sob a vigilância das forças de segurança e sem a presença de quaisquer migrantes.

O muro será composto de painéis de betão armado, encaixados em suportes metálicos, e estará equipado com câmaras de vigilância e de um sistema de iluminação. O projeto é financiado pelo Reino Unido, está orçamentado em cerca de 2,7 milhões de euros, e deverá estar concluído até ao fim do ano, de acordo com um calendário provisório das autoridades locais francesas.

O muro visa, segundo os seus impulsionadores, impedir os migrantes de invadirem todas as noites a auto-estrada. A estrada de acesso, situada perto da "Selva", é tomada de assalto regularmente pelos migrantes, que tentam bloquear camiões para que estes os deixem subir para, assim, poderem chegar clandestinamente ao Reino Unido.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.